community – 01×16 – communication studies

Tenho que mais uma vez admitir que Community tem me surpreendido muito positivamente nesses últimos episódios. Acho que conseguiu deixar de ser uma série com as referências corretas e as boas intenções delineadas para realmente engrenar e mostrar todo seu potencial REALIZANDO essas intenções e promessas. Esse episódio conseguiu ser muito divertido e ter um ternura, um toque doce ao final. E ainda conseguiram lidar bem com essa coisa casal de Jeff e Britta. Boa!

continue lendo

NBC renova suas comédias

Depois da renovação antecipada de Parks and Recreation, a NBC anunciou nesta sexta-feira (5) a renovação de suas outras comédias: Community, The Office e 30 Rock voltam para mais uma temporada.

Parks já comentei aqui na ocasião: depois de um primeiro ano de desprezo (que eu continuo dizendo que foi gênio, concordem ou não o público e os críticos), a série experimentou um pimp absurdo em seu segundo ano e deve ficar ainda MAIOR na terceira temporada. Community estreou agradando em cheio, eu mesma que nunca fui fã estou gostando mais; a série volta para uma segunda temporada.

Já as séries veterenas estão passando por um período de maior pasmaceira. 30 Rock, apesar de tudo, sempre consegue ter os melhores one liners da TV e não me decepciona. Aguardo desde já a quinta temporada. Já The Office acho que está meio cansadinha; antigamente costumava achar que era dessas séries que podiam ser eternas. Já não me parece mais assim. De qualquer maneira, a série chega a uma respeitada sétima temporada.

Anyways, valeu, NBC! Continua tendo uma quinta-feira imbatível!

community – 01×14 – interpretive dance

Muito bom episódio – gostei tanto que vou até desconsiderar esse revival do romance entre Britta e Jeff, que sempre foi o ponto absolutamente fraco de Community. Aqui, vemos a série investindo mais uma vez em um pareamento fora dos padrões – Britta e Troy, no caso -, temos a volta da ex-enfermeira-Rose como a professora com quem Jeff tinha um flerte – e agora tá se pegando – e ainda temos um pouquinho da Twink Caplan, a Miss Geist de “As Patricinhas de Beverly Hills”.

continue lendo

community – 01×13 – investigative journalism

Estava com tanta preguiça de voltar a ver “Community” que só assisti esse episódio de volta do hiatus esta noite, aguardando o episódio de “Grey’s Anatomy” baixar. Por mais que eu reconheça as qualidades do programa e me divirta vez ou outra assistindo, é uma série que simplesmente não me envolve, não me seduz e que parece eterna – acho inacreditável que tenha só treze episódios, quando tenho a sensação de que vi uns 20. Talvez eu devesse reconhecer que “Community” não é bem para mim, embora eu não saiba exatamente porque…

continue lendo

melhores para o saloon

Última lista de melhores do ano/década que vou largar aqui – a não ser que alguém muito bombástico faça uma, mas não acho que vai ser o caso. Resolvi postar porque gosto do Salon, apesar de ter umas discordâncias muito fundamentais da Heather Havrilesky, que escreve sobre TV por lá. É sempre divertido e insightfull, então por que não?

Primeiro, melhores de 2009:
1. Mad Men – Acho interessante que a Heather pontua que de vez em quando a série parecia estar perdida, mas “a loucura fez sentido considerando a vertigem da época” e é verdade. A temporada às parece ter falta de um balanço mais perfeito, e não é nem aquela de “quando termina faz sentido”, mas realmente parece que tudo foi do jeito que deveria ser.
2. Modern Family – Série provando que comédia e família não precisam ser excludentes.
3. In Treatment – Ela abre o texto comentando como a HBO conseguiu fazer uma porcaria como TELL ME YOU LOVE ME e depois mostrar que, ops, terapia pode render na TV, sim, com In Treatment, e olha, taí uma verdade. TMYLM era VERGONHOSO.
4. Parks and Recreation – Ela gosta da primeira temporada, como eu, mas concorda que foi nessa segunda que o show alçou voos maiores.
5. 30 Rock – Para Heather, apesar da qualidade das novas comédias ainda há algo em 30 Rock que “faz nosso coração cantar”. s2.
6. Friday Night Lights – “Uma terceira temporada dominada por longos adeus deveria ser intolerável, bagunça desigual, mas FNL fez cada momento valer”
7. Dollhouse – “A série de Joss Whedon foi cancelada, mas isso não significa que n
8. Community – Ela reconhece que a série é boa, mas admite que falta algo. Assino embaixo.
9. Big Love – não quero ler SPOILERS (Rs. pra mim)
10.  Damages – baba ovo dos atores, beijo.

Agora, a listagem seca dos melhores da década:

1. The Wire
2. The Daily Show with Jon Stewart
3. The Sopranos
4. Six Feet Under
5. Arrested Development
6. Deadwood
7. Mad Men
8. Survivor
9. The Shield
10. The Simpsons
11. Everybody Loves Raymond
12. Sex and the City
13. Buffy the Vampire Slayer
14. Friday Night Lights
15. Battlestar Galactica