palpites emmy: ator coadjuvante de drama

Uma das minhas categorias preferidas e em que absolutamente todos me parecem merecedores e no timing correto. Muito bacana ver Men of a Certain Age ter ALGUMA indicação (a única), Damages sempre conseguindo emplacar vários atores, a dupla imbatível de Lost que seguiu sendo uma das melhores coisas da série independente de tudo o mais e, é claro, Aaron Paul, que de surpresa passou para uma grata realidade em Breaking Bad, e o Jon Slattery (melhor one-liner da TV? Acho que sim).

Da grata perspectiva de alguém que vai ficar feliz no matter what nessa categoria, eis os meus pitacos.

continue lendo

vencedores do television critics awards (tca)

No último dia de julho, aconteceu a premiação entregue pelos críticos de televisão dos Estados Unidos aos melhores artistas e programas do ano. As escolhas acabaram sendo bastante conservadoras e similares ao que devemos ver no Emmy. Quer dizer, se a Julianna Margulies tá batendo nessa galera aqui, vai levar o prêmio de melhor atriz com a mão nas costas (os votantes são diferentes, mas). E, beleza, Glee pode ser o melhor novo programa, mas PROGRAMA DO ANO?? Dureza. E os caras meio que viraram as costas para o que foi uma impecável temporada de Mad Men (sequer indicada para melhor do ano) e deixaram Breaking Bad a ver navios perdendo para GLEE e divindindo o caneco com LOST. Bom, é só um prêmio – e certamente é um retrato do que está acontecendo na tv americana por agora.

Confiram os vencedores (em negrito):

continue lendo

palpites emmy: atores de drama

Categoria bem difícil, com todos os candidatos serem merecedores e, mais ainda, boa parte deles com chance de levar o caneco. Nenhum resultado será injusto em agosto quando um destes cincos for reconhecido como o melhor ator da temporada – todos, até o Laurie, ao que me consta, (não acompanho), fizeram trabalhos muito bons e em alguns momentos espetaculares. Diante disso, este palpite aqui pode ser um fracasso absoluto, mas estamos aqui para isso, certo? E melhor assim do que em categorias que ficamos sentindo que ficou faltando muita gente e que a classe está mal representada. UPDATE com os episódios que os atores escolheram enviar para concorrer.

continue lendo

palpites para o emmy: série de drama

Bom, as tão aguardadas indicações sairam e agora é só lutar contra a ansiedade & o tempo até 29 de agosto, quando conheceremos os vencedores do Emmy 2010. É só um prêmio e, claro, muito falho, mas de qualquer modo é o prêmio mais importante da televisão. Resolvi começar a palpitar nas principais categorias e vou começar logo pelo que é considerado o prêmio mais importante de todos: melhor drama.

continue lendo

Top 10: Casais

Uma das graças de assistir um seriado é poder acompanhar o nascimento, desenvolvimento e tudo o mais de um casal. Sim, eu sei que tem gente que acha um saco & perda de tempo, mas para que se negar ao prazer de uma shipperiazinha aqui e ali? Sempre fui contra quem assiste série só por shipper, até porque dificilmente essa pessoa vai conseguir ficar satisfeita, mas mantendo as coisas em perspectiva não posso negar que curto muito.

O critério dessa lista é puramente pessoal, baseado nas histórias e essencialmente na EMPATIA. Possivelmente há spoilers aí, mas só para quem não acompanha/acompanhou as séries.

continue lendo

melhores séries no ar (EW)

Então a EW fez uma matéria sobre as melhores séries que estão no ar atualmente. Top 10. O que realmente vale a pena ver logo quando vai ao ar, que te segura ansiosa semana após semana. Vocês entenderam. Daí que eu até considero uma lista honesta – como toda lista, tem sua dose de aposta, sua dose de pimp, o desprezo que está ali mais para pesar e constar do que outra coisa. Faz parte. Não é aquilo ali no preto e branco.

Por exemplo, que impacto tem, em 2010, na última temporada, lançar uma revista falando que Lost é o programa imperdível da programação hoje em dia? Está na lista e tudo, mas não precisa estar na capa, é supérfluo, desnecessário, todo mundo já sabe. A capa de Lost eles fizeram semana passada or something, falando justamente sobre a season finale. É nisso que entra a aposta. Mas é, como disse, uma lista honesta. Tem shows indiscutivelmente bons, sensações e possíveis rising stars – no que incluo aí The Good Wife. Mas eis os shows imperdíveis na opinião da revista:

1) The Good Wife (CBS)
2) Breaking Bad (AMC)
3) Lost (ABC)
4) Friday Night Lights (NBC)
5) Fringe (FOX)
6) Modern Family (ABC)
7) Glee (FOX)
8) Southland (TNT)
9) Damages (FX)
10) Caprica (SyFy)

Mas então eu resolvi fazer MINHA LISTA de séries imperdiveis. Não são necessariamente as melhores, mas são as que me deixam ansiosa, são as que baixo sem legenda porque não aguento esperar, são as que me deixam agoniadas quando entram num hiatu longos. E é bem atual mesmo – HOJE essas são as séries que me fazem feliz (top 10).

1) Friday Night Lights (NBC) – fora do ar
2) Breaking Bad (AMC) – volta logo!
3) Mad Men (AMC) – fora do ar
4) True Blood (HBO) – fora do ar
5) Fringe (FOX) – hiatu eterno
6) Gossip Girl (CW)
7) Grey’s Anatomy (ABC)
8) Lost (ABC)
9) Parks and Recreation (NBC)
10) The Good Wife (CBS)

A minha lista, por exemplo, é bem mais conservadora que a da EW. Talvez eu pudesse dizer “FNL, o show que ninguém vê”, mas isso é o que todos os críticos vêm dizendo há quatro anos, sabe? Não chega a ser um gancho. Tendo a crer que eu acabaria pimpando Fringe, tenho me sentindo já fazer isso, que para mim foi de uma série meio tosquinha para uma diversão descomprometida de primeira. Eu tô comprando tudo nessa série, curtindo todos os fillers, o que é um pouco assustador & bizarro. E inclusive gostei da EW ter citado Fringe, porque Deus sabe que a série tá precisando dessa audiência. O resto é guilty pleasure (GG, Grey’s), programas que já estão sendo pimpados (Parks, Lost, True Blood) ou shows que todos simplesmente sabem que são bons – e se você acha chato & malas pior para você – como Mad Men ou Breaking Bad.

E daí, claro, tem a própria Good Wife – que parece agradar aos americanos muito mais do que aos brasileiros. Eu curto porque acho uma série envolvente, gosto do pathos da série e acho que do ethos também – no fundo, no fundo, todo mundo tem uma retidão de encher os olhos. Não acho nada revolucionária, maravilhosa, nem mesmo imperdível. Mas pior para quem perde.

(uma lista inversa a esta: agora que Heroes acabou a temporada, minha série-fardo está sendo Brothers & Sisters. Um pior que o outro! E aí amontoam e ficam foda de encarar…)

Eae. Que programas vocês NÃO PERDEM?