Melhores do ano: 10 – The Good Wife

E aqui começo, tardiamente, eu sei, o meu Top 10 de seriados de 2010. Eu ia até voltar às resenhas (com um belíssimo episódio de FNL e o primeiro episódio de 2011 de Grey”s Anatomy), mas simplesmente tenho que começar com isso aqui. Já estava parcialmente feito e, curiosamente, os últimos lugares foram os mais difíceis. Muita coisa para entrar, mas eis aqui o que ficou.

 

Em uma temporada que não foi particularmente boa para a TV aberta americana, The Good Wife continua se destacando com sua trama bem feita, que respeita o telespectador, e seus roteiros inteligentes. Verdade que a série é um procedural, então de vez em quado tem aquelas coisas repentinas e de último minuto que só este tipo de série tem, mas considero um sucesso que eles consigam fazer com que Alicia, por exemplo, saia sempre por cima nos seus casos sem criar uma grande antipatia e artificialidade entre o público. Não importa quantas vezes, a gente sempre vai torcer pela Alicia.

 

Misturados com os casos legais, temos a dimensão política da série – um dos meus lados preferidos. Adoro o Peter, adoro o Eli, adoro o fato de, atualmente e de maneira inesperada, essa ser a série mais LIGADA na interwebs, geralmente por esse lado da história. E ainda, claro, o lado pessoal dos personagens – o casamento ainda mal resolvido de Alicia e Peter, a paixão por Will, Kalinda (e agora com Blake na jogada), Cary. O programa consegue misturar tudo com elegância e apesar de Alicia ser a protagonista única e clara da série há sim uma sensação de “ensemble”, com todo mundo tendo sua importância – tanto na firma como na vida pessoal da advogada. Os filhos dela devem ser os adolescentes mais críveis da televisão.


Mesmo quando resvala nas obviedades e na fórmula, The Good Wife não o faz por muito tempo. Programa maduro, tem uma perspectiva interessante também do casamento e demais relações afetivas. E eu sou time Peter, aguardando no que vai dar tudo isso – e agora que eles abriram o escopo mais e mais contemplando a possibilidade feliz de mais uns bons anos de Good Wife pela frente.

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s