the good wife – 02×01 – taking control

Depois de uma surpreendente e sólida primeira temporada, “The Good Wife” volta exatamente no ponto em que parou: Alicia diante de uma escolha, enquanto é chamada em um palanque para mostrar apoio a Peter e, simultaneamente, recebe uma ligação de Will. É uma escolha entre o passado e o futuro – ela pode investir em recuperar seu casamento ou tentar um novo romance com o chefe.

Já imaginava que Alicia fosse meio que ser tomada pela inércia, seguir o rumo para o qual fosse guiada, sem conseguir ir contra esta força. Imediatamente depois que o telefone começa a tocar, ela é puxada para o palanque, Eli Gold pega o celular, e ela se deixa levar. Vendo Alicia ao lado de Peter pela televisão, Will tem um momento de desesperança, mas depois deixa uma mensagem apaixonada no celular da advogada – só para esta ser apagada pelo inescrupuloso Eli.

Então o triângulo amoroso está em banho maria por enquanto, para ser revivido quando o programa achar que assim o deve. Will acha que Alicia o dispensou, por ignorar sua mensagem, e Alicia, que só recebeu a primeira na linha do ‘vamos esquecer isso’, acha que Will desistiu dos dois. Sobra Peter, que continua numas de reconquistar a mulher e parece novamente apaixonado por ela ao vê-la em ação na corte – e os dois têm direito a um momento, hm, romântico que mostra que existe, sim, ainda, algo forte entre eles, é um casal possível e provável.

De resto, o programa continua dosando a vida pessoal dos personagens com as disputas judiciais. Nesta primeira semana, Alicia é designada por um juiz a cuidar, à revelia, de um caso de um acusado de homicídio que não tinha advogado e queria fazer sua própria defesa. Do outro lado, o promotor continua com sangue nos olhos e querendo derrubá-la – inclusive trocando de acusadores no meio do processo para ver se Cary, outro com sangue nos olhos, vai ter mais sucesso em derrotar Alicia.

O caso é inspirado no Wikileaks, que recentemente divulgou informações secretas sobre a guerra ao terror dos EUA, e diante de uma mão bastante adversa Alicia consegue, novamente, um resultado que pode ser considerado, cinicamente, como positivo. O caso conta também com a ajuda da investigadora Kalinda (agora EMMYZADA, ein, Archie Panjabi), que agora trabalha ao lado do SCOTT PORTER (SIX FOREVER #FNL), com o qual já parece ter uma rivalidade instantânea.

O lado POLÍTICO do programa, nunca tão bem resolvido, espero que a temporada trate com mais atenção. Vemos Peter dando seus jantares e a rivalidade mais que nunca evidente entre ele e Childs e nos perguntamos onde isso vai parar. De qualquer maneira, a série sempre tratou Peter muito bem – nunca sabemos se ele fez, o que ele fez, do que é de fato culpado, não o retratam como vilão nem como heroi, mas somente como um homem poderoso que tem amigos e inimigos aos montes.

Nesta premiere da segunda temporada, temos uma lembrança de como foi vendido este programa em sua estreia quando vemos um novo caso de homem que trai e leva a esposa pela mão para frente das câmeras. As pessoas dizem a Alicia que aquilo é bom para ela, que vai poder seguir adiante porque agora há um novo escândalo, e o próprio programa parece, em certos sentidos, ter seguido adiante em relação a isto. The Good Wife foi vendida como uma série sobre a esposa traída de um político, mas desde o piloto mostrou que é, na verdade, muito mais do que isso.

The Good Wife
CBS
Segunda temporada
Episódio um
Escrito por Robert King & Michelle King
Dirigido por Félix Enríquez Alcalá

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s