grey’s anatomy – 07×01 – with you i’m born again

Grey’s Anatomy voltou de maneira bastante consistente depois de mais uma season finale acachapante. É verdade que “With you I’m Born Again” não foi devastado nem sensacional, como muitas vezes o são as premieres de Grey’s, mas fez um bom trabalho em reestabelecer o chão em que nós e os médicos do Seattle Grace pisamos depois do atirador deixar um rastro tão violento de sangue.

Vamos acompanhando lentamente e com ajuda de flashbacks como estão os personagens hoje, depois da experiência traumática vivida. Todos eles precisam de autorização do médico terapeuta para voltar a operar e, curiosamente, Meredith é das que têm mais trabalho para conseguir a liberação. É como se o terapeuta, o James Tupper, da finada Mercy, sentisse que ela está escondendo algo forte. Vemos que Mer pediu a Cristina segredo absoluto em relação ao seu aborto e ainda não conseguiu falar sobre a experiência com Derek. O marido, depois de estar muito perto da morte, agora se entrega a escapismos como a velocidade e, claro, o sexo. Vemos que ele, aparentemente rotineiramente, é detido por excesso de velocidade e se recusa a falar com Meredith sobre os problemas, aparentando ter superado tudo – mesmo que sua primeira ação ao voltar ao comando do hospital seja desistir de ser o chefe.

As reações são diferentes – Miranda pegou seu filho e saiu de Seattle por uns tempos, tendo dificuldade em encarar seu affair, que não estava no hospital no dia da tragédia, depois de tudo. Lexie é a que tem a reação mais externa. Ela está nervosa, fala claramente sobre a experiência na reunião de grupo com o terapeuta e finalmente tem um breakdown durante um atendimento – só para ser deixada na mão por Alex nesta exata hora. O terapeuta a libera porque, conforme explica a um revoltado Sloan, o trabalho será bom para ela lidar com o trauma e o stress. E o Alex? Voltou a sua antiga persona auto-suficiente e galinha. Ele não quer retirar a bala porque “garotas curtem essas coisas” e só tá nessas, até Lexie lembrar que ele, zumbizando à beira da morte, estava chamando pela esposa que o abandonou (VOLTA iZZIE!!!)

Os únicos que parecem estar perfeitamente à vontade com tudo são Teddy e Owen, o que faz sentido (Iraque e blas) e, pensando bem, Arizona e Callie, mas nem passamos muito tempo com elas. E o Owen faz essa surpresinha, para mim tão desagradável, de pedir a Cristina em casamento. O casal continua totalmente errado para mim. Sem muita química, sem muita combinação de personalidade, sem nada. Na torcida pelo fracasso, desculpa aos shippers. Mas legal a Cristina casar, depois de toda aquela situação com o Burke. Só achei exagero ser de vermelho – pra mostrar que tem ‘personalidade’.

Grey’s Anatomy
ABC
Sétima temporada
Episódio um
Escrito por Krista Vernoff
Dirigido por Rob Corn

Promo do segundo episódio

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s