fringe – 02×22 – over there, part 1

Um episódio bom, preparou o clima para o final, mas não achei acachapante. É verdade que séries como Fringe precisam de vilões, mas espero que consigam caprichar nas nuances para que não fique lado bom vs. lado mau. Foi bom que a Olivia do lado de lá não parece ser uma pessoa má, de fato, mas acho meio nocivo esta ideia de que o Walternative queria Peter para usá-lo em um dispositivo que tem potencial para destruir o mundo, afinal de contas Peter é seu filho há muito perdido. Enfim, ele pode ser, sim, um cientista inescrupuloso, mas gostaria de ver mais sobre isso.

A melhor parte do episódio certamente é o reencontro emocionado de Peter e de sua mãe. Aqui ali faz sentido e a atuação tanto do Joshua Jackson como da Orla Brady é maravilhosa e passa a dimensão do que está acontecendo ali. Walternative, apesar de tudo, também parece moderadamente feliz com os acontecimentos, mas vai saber seus reais motivos, né? Gostei também de ver como a divisão fringe do lado de lá é mais noob e inocente – eu imaginava que o universo paralelo já estava todo ligado e na vibe guerra, mas vemos que só o secretário detém o poder e divide muito pouco com os outros.

No episódio, vemos a divisão fringe do “nosso” universo passar para o lado de lá com a ajuda dos superpoderes das antigas crianças do cortex´phan. Neste pedaço parecia um outro programa (Heroes, diriam alguns) e realmente foi um pouco estranho, especialmente pela facilidade com que simplesmente se livraram de todos como se fossem (e eram, portanto) uns camisas vermelhas que não valiam nada. Os caras foram tirados da obscuridade simplesmente para ajudar nessa “passagem” e cair fora. Pudor zero dos roteiristas, mas quer saber? Eles mal seguram a onda da construção dos personagens que têm – vidas que Olivia não parece muito uma pessoa -, então melhor não deixar muita gente pendurada na história mesmo.

Com Walter ferido e a iminência de um confronto entre as divisões dos dois universos – e de gente com a Olivialternative descobrir que, bem, tem uma outra versão dela andando por aí – cria uma sensação muito forte de ápice se aproximando, o que é deveras apropriado para um episódio que precede uma season finale.

Fringe
FOX
Segunda temporada
Episódio vinte e dois
Escrito por J.H. Whyman e Jeff Pinkner e Akiva Goldsman
Dirigido por Akiva Goldsman

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s