gossip girl – 03×22 – last tango, then paris (season finale)

Acredito que a maioria dos fãs gostou dessa season finale, especialmente por ter tantos momentos OMG (Dan ainda gosta de Serena, Chuck levou um tiro, J. perdeu a virgindade com Chuck, Georgina grávida de Dan, em ordem de impacto, na minha opinião), mas sinceramente achei tudo apressado e, considerando quanta coisa impactante realmente aconteceu, achei que faltou emoção. A cena em que B. depois de tudo vai atrás de Chuck para se reconciliar foi zero de emoção – sim, ele estava tenso porque Jenny estava no quarto, mas ainda assim! Tinha algo muito artificial. E a S., que fica meio nem ligo quando Nate flagra ela conversando coisas comprometedoras com o Dan? E ainda dá um fora sem sentido nele no final, tudo para provavelmente ressucitarem Serena-Dan temporada que vem. Kill me please. E vamos também encarar o fato que alguns desses cliffhangers matadores são totalmente vazios. Ou alguém acha que qualquer coisa remotamente grave vai acontecer com o Chuck? Não segurei meu fôlego nem por um minuto com isso.

A gravidez de Georgina é mais bomba por isso. Será que a série está disposta a investir nesse tema? Porque nem se trata mais de gravidez na adolescência, é só dar um filho para um dos mocinhos. Acho bem possível ser armação da Georgie, vamos ver. Ela não é regular na série, embora o cancelamento de Mercy abra caminho para que participe mais efetivamente… Não sei, algo em mim não acredita nessa história, embora possa estar errada, claro! E vamos combinar, que coisa desajeitada essa participação da Georgina. Não foi só a peruca horrenda, mas ela chegou do nada, procurando Chuck e Blair com histórias confusas e depois indo até o Dan falar que estava grávida dele. Esperei algo mais, hm, divertido quando soube que a Michelle Trachtenberg estaria na season finale.

Daí tivemos toda essa coisa Serena-Dan-Nate. Que foi horrenda. O quão AVOADA podem fazer a S.? Os caras juntam dois personagens seminais da série, Serena e Nate, tratam horrivelmente, depois no final da temporada acontece esse triângulo e o pior é que Serena tá meio nenli para tudo. Mesmo se agarrando com Dan fica dizendo que não significou nada (e sinceramente, não captei dois níveis ali), meio que não liga quando Nate percebe que aconteceu, sim, algo entre ela e Dan, e mesmo quando o cara decide perdoá-la dá um fora nele porque precisa “ficar sozinha” para se encontrar. Acho que devo acreditar que SUBLIMINARMENTE Serena está envolvida com Dan novamente, embora não de maneira tão clara como o inverso é verdadeiro. Quiseram colocar um contraste entre Dan e Nate quando o primeiro foi apoiar S. em todo o lance do pai no epi passado e Nate ficou julgando o cara (como ainda o faz nessa SF). Ok que queiram voltar com o casal, mas achei meio desajeitado. E ainda desenvolveram todo um relacionamento em 5 episódios para Vanessa e Dan pra jogar tudo no lixo assim do nada. E agora surgiu a Georgina, vamos ver no que vai dar.

Blair e Chuck também achei, como já tinha dito, assustadoramente sem emoção. Era óbvio que eles iam ter um momento e é óbvio que não é um casal terminado, mas primeiro eles escolheram tratar com uma pitada de graça – com o Empire State Building aparecendo toda hora, e sinais ligados a Chuck, música engraçadinha. E depois quando Blair tem sua epifania sobre como Chuck é importante para ela – que também foi tão apressada que ficou meio ao sabor do acaso – ela chega atrasada ao encontro… Mas decide ir procurá-lo no hotel.

Pausa para um update: depois que Serena comenta com Blair que Jenny mandou sua foto com Dan para o Gossip Girl, B. novamente sente o impulso de fazer o TRABALHO SUJO pela amiga e vai até o Brooklyn procurar a garota. Uma conversinha meeira, umas verdades jogadas na cara, B. diz que ninguém ama J., talvez nem mesmo Rufus, qeu está chateado com ela (e a bizarra fala de Dan para Rufus no estilo TEMOS QUE DETER A JENNY haha me matem, nego ao invés de ficar preocupada com o desequilíbrio da irmã tá preocupado com as consequências e fica usando essa linguagem AVENTURA ILIMITADA com o pai).

Jenny fica abalada com o que ouve e acaba encontrando abrigo nos braços de um também arrasado Chuck, que acredita que levou o fora final de B. É até um pouco coisa de KARMA, né? Jenny e Chuck é um casal que sempre fez sentido – ainda que, verdade, não se trate de um casal aqui e sim de dois desconsolados solitários se unindo. Os dois são parecidos e têm, sim, química juntos. Mas logo depois da PRIMEIRA NOITE da Little J. Blair chega ao apê, se confessa para Chuck, Jenny é até decente e apaga a iluminação que faria Blair percebê-la ali.

Percebe-se que ela está diferente e dali ela vai se lamentar com Eric por ter perdido sua virgindade com um cara que não significa nada  e que está tão apx por outra pessoa. Provavelmente o arcod e Jenny no episódio foi o mais interassante. Ela fica arrasada e Eric, depois de dizer para Lily e Rufus que não queria mais saber de Jenny, a consola. Só achei meio forçado o Dan ir dar uma de super-irmão e esmurrar o Chuck e a Jenny ficar olhando como se concordasse. Oi, você foi lá porque quis? Claro que é PERTUBADOR em todos os níveis pensar que a Jenny perdeu a virgindade para o próprio cara que tentou assediá-la na series premiere, mas ainda assim, dessa vez ela foi porque quis. Guiada pelo desespero, mas porque quis.

Beleza, aquela cena estava ali só para haver a troca de olhares e Blair, lentamente, perceber o que aconteceu. E para criarem mais esse obstáculo entre o casal que está fadado a SER. E aí Jenny chora, sai com o pai, ainda está abalada e vai feliz se juntar à mãe no “interior” (mais para SUBÚRBIO). ESSA é a tão falada saída da Jenny e a Stephanie Savage não quis comentar por quantos episódios ela estará ausente na quarta temporada – mas ela, vai, sim, voltar. E mudada, ao que tudo indica.

B. e S. vão para Paris juntas – é engraçado como tem esse final dos conflitos com super cara de final faltando uns 8 minutos pro final do episódio e aí eles jogam as coisas que ficam em aberto. Uma delas sendo Georgina chegando bem quando Dan pensava em ir atrás de Serena (mesmo sabendo que Nate ainda quer reconquistar a menina também, lealdade kd) e a outra Chuck levando um tiro naquele lugar barra-pesada.

Daí então é isso. Nada de William, nada de Vanessa, a temporada pelo jeito não teve nenhuma repercussão no casamento de Lily e Rufus (com essa gente supera fácil) e agora é esperar por esse pessoal em Paris… (e o Ed westwick filmou lá, mas a Savage disse que pode ser SONHO kk). Essa temporada de Gossip Girl foi muito comprometida, com poucos episódios realmente marcantes e bem feitos e pelo jeito tudo que fizeram vão desfazer na season quatro.

Gossip Girl
CW
Terceira temporada
Episódio vinte e dois
Escrito por Joshua Safran e Stephanie Savage
Dirigido por J. Miller Tobin

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

1 thought on “gossip girl – 03×22 – last tango, then paris (season finale)”

  1. Ótima review!!
    Parabéns!!

    Com certeza Georgina está grávida de outro e está “armando” para Dan. Isso fica evidente na cena em que ela escuta o diálogo entre Dan e Serena, em que ele diz que adora bebês. Depois dessa cena, G. aparece e diz que vai fazer os “outros bebês a odiarem”.
    Só mesmo na season 4 pra saber o q vai dar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s