the vampire diaries – 01×16 – there goes the neighborhood

Episódio de construção. Enquanto vemos um double date entre Elena, Stefan, Matt e Caroline, n’uma tentativa da loirinha de deixar os papéis claros e acabar com qualquer clima estranho, temos ao mesmo tempo um encontro de um trio estranho: Damon, a mãe de Matt e Jenna.

Caroline está obviamente insegura com a proximidade de Elena e Matt e, enfim, o que a amiga já representou e ainda representa para o garoto. Não ajuda o fato de sua sogra ressurgida ser tão antipática a ela e simpática à ex do filho. O encontro é bem bom. Inesperadamente Matt e Stefan se dão bem, as situações estranhas são dribladas e Matt reafirma a Caroline que quer estar com ela e blas. Só que tudo termina precipitadamente quando Damon invade a casa se agarrando com a mãe de Matt, que fica obviamente mortificado.

Os dois se pegam depois de uma noite de bebedeira com Jenna. Kelly é obviamente inconsequente e não consegue projetar os resultados de suas ações – de muitas maneiras, ela lembra Julia Cooper… Acho meio cafona essa coisa de filho-responsável-que-se-envergonha-da-mãe, embora entenda que é baixo astral ver sua mãe de pegação n’um meio de um encontro com amigos, mas, sabe Matt? Sua mãe é uma mulher adulta e não é por isso que você deveria estar incomodado… É claro que o garoto se ressente da falta da mãe – mesmo ali presente Kelly não é uma figura maternal – e ela nem sempre estava lá, como já sabemos. Pegação com o Damon é o de menos.

E a Pearl agora voltou da tumba com sangue nos olhos e disposta a voltar a “ter” a cidade. Para isso, não hesita em intimidar Damon (ainda oferece parceria para ele tentar encontrar Katherine). É verdade que ela está levando um pouco de sufoco na casa onde está escondida com os outros vampiros, um deles meio bad boy que tá doido para sair fazendo a festa na cidade e recebe de má vontade a ordem para ficar low profile por enquanto. Certamente isso vai BACKFIRE em algum momento – vampiro RBD disposto a tocar o terror… Nesse episódio, ele vai com a namorada (or something) procurar briga com os Salvatore. Ela morre, ele foge, mas fica claro que vem mais por aí.

No mais, Jeremy se aproxima de Anna, curioso para saber a verdade sobre os vampiros. O relacionamento dos dois parece mais sincero e é quase tocante ver Jeremy tentando descobrir algo que dê esperança para explicar o comportamento absurdo de Vicky pré-sumiço. Mal sabe ele que a menina já morreu… Agora o garoto pede para se transformar em um vampiro, ao confrontar-se com a verdade sobre Anna. É meio arroubo adolescente, né? Virar vampiro por que, porque Vicky talvez seja uma? Anna se recusa, claro, mas se isso desenvolver em um romance talvez ela acabe cedendo. Vamos ver.

The Vampire Diaries
CW
Primeira temporada
Episódio dezesseis
Escrito por Bryan Oh e Andrew Chambliss
Dirigido por Kevin Bray

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s