gossip girl – 03×18 – the unblairable lightness of being

Pois é, minha gente, no episódio passado eu perguntei onde estava a malícia da Serena e aqui pergunto onde está também a ESPERTEZA do Nate, que já tinha notado que Jenny tava meio para cima dele e ainda assim não suspeita de nada do que acontece ao longo do “The Unblairable Lightness of Being”. Jenny, primeiro falando as verdades incômodas com muito prazer (e aquele arzinho sonso de praxe) e por fim cruzando a linha e mentindo/omitindo para manter Serena e Nate afastados, mostra mais uma vez que não está ali para brincar: ela quer seu príncipe encantado a todo custo.

O episódio tem essa coisa do casamento de Dorota e Vanya, que serve de pano de fundo para tudo, e tem sempre aquelas notas de excesso com que a série se acostumou a tratar a personagem. É meio surreal tanto Cyrus dar um apartamento de presente pro casal quando isso servir para Eleanor perceber que, de fato, “Dorota praticamente criou Blair”. Os momentos emocionantes – ou que eram para ser – foram um pouco pobres. Tipo Eleanor agradecendo Dorota, ou B. e Dorota.

Mas vamos tratar logo de B. e Chuck: depois do belo desenvolvimento da semana passada, esse episódio deu uma decaída. Foi até sutil para Gossip Girl, B. percebendo que há relacionamentos que fazem mal independente de se você gosta ou não da pessoa, mas teve algo de pobre também – comparo com uma história similar que aconteceu em FNL, quando a Tyra dá um fora no Tim porque não quer repetir a história da mãe. Ela, também, reconhecia que não era um relacionamento saudável, mas a coisa ia ainda além. Blair vê a felicidade de Dorota e Vanya e mesmo tentada a voltar com Chuck – que está correndo atrás dela e até diz que “não aconteceu nada” ao descobrir que Jack dispensou B. depois de provar que poderia tê-la – se recusa a ceder a algo destrutivo e dá um pé mais definitivo no cara.

E nós já vemos por aqui como vai ser a vibe solteira do Chuck Bass: não só correndo atrás de mil ao mesmo tempo, mas aquele Chuck escrotinho, algo pernóstico… Ele já ataca Nate, no que foi sua melhor fala em muito tempo, dizendo que ele não faz ideia do que é um relacionamento que dá trabalho para manter porque ele e Serena só se preocupam com “o cabelo de quem é mais brilhante”. Já dá para perceber um certo ódio difuso pelo casal – que vai dar em uma parceria com Jenny no próximo episódio.

Blair também opina sobre o casal, dizendo a Serena que ela tem sorte porque ela e Nate não têm joguinhos, intrigas e mentiras. Só para acontecer aquelas coisas que só acontecem com Serena: um fato mais forte do que ela plus muita leseira (S. é uma personagem sumamente LESA, é a inocência rs). Carter aparece com notícias sobre o pai e ela se encontra com o cara em segredo, mentindo para Nate. Claro que Jenny tem todo o prazer em dizer que não, Serena não tomou café com a família ou que ela saiu com Carter…

Nate tenta impedir a namorada de continuar vendo Carter, dizendo que isso o incomoda, mas S. diz que não cabe a ele dizer quem ela pode ver… Serena demora para perceber que, claro, Carter ainda está interessado nela e está usando a oportunidade para provocar Nate. Acontece aquela clássica cena em que Serena se vê tentada a fazer a coisa certa – que seria avisar a Nate que está saindo, como e porque – mas Carter diz que TEM QUE SER AGORA etc, esse tipo de coisa, uma força do destino que a leva a acompanhar o ex (que ela já esqueceu completamente, pelo jeito). Depois ela tenta remediar ligando pra Nate, Jenny atende e que tipo de tonta deixaria um recado (incluindo um “eu te amo” à guisa de despedida) com Jenny, nas circuinstâncias atuais? SERENA.

Vá lá. Pode-se dizer que Serena ficou completamente sem desconfiar de Jenny depois que Nate explicou o que tinha acontecido com a menina e porque ele a estava ajudando. Ela não reparou que Jenny tá se jogando, não notou o olhar sonso da menina quando entregou um bilhete de Carter, nada disso. Mas e o Nate, que já havia notado algo estranho em Jenny em relação a ele? Tá caindo como um patinho. Evidentemente uma hora as cartas estarão na mesa, e mesmo que azede tudo entre S. e Nate duvido muito que Jenny consiga se sair DE BEM dessa coisa. Estou curiosa para ver para onde ela vai ao final da temporada – e a Kristin dos Santos disse que ela será, sim, fundamental na quarta temporada… Aguardando…

Por fim, claro, estava mais claro do que tudo que a casa ia cair pra Lily em algum momento. Só não esperava que além de cair na rede de desconfiança de Rufus – de novo – ela também fosse ser flagrada pela filha. Ansiosa para ver o William Baldwin!

Promo do 19:

Gossip Girl
CW
Terceira temporada
Episódio dezoito
Escrito por Jeanne Leitenberg
Dirigido por Janice Cooke

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s