mercy – 01×18 – of course i’m not

O romance entre Veronica e Chris tinha um reloginho em contagem regressiva desde o dia um. A série não fez nenhum esforço em manter esse relacionamento. Chris é o tipo de cara que mudou toda sua vida para ir a New Jersey atrás da mulher com quem teve um caso no Iraque, mas falhou totalmente em entender qualquer coisa que se passou com Veronica frente aos recentes acontecimentos. Se eles vão voltar para a dinâmica triângulo amoroso, se Veronica vai voltar com o ex ou se uma terceira pessoa vai aparecer na figura, só o tempo dirá.

Veronica finalmente está indo a uma psicóloga, mas ainda n’uma vibe meio negação e tals, e continua mantendo Chris à parte de sua vida. Ainda assim, é muito bizarro que o que desperte toda a briga e o momento em que ela acaba dizendo inesperadamente que CLARO QUE NÃO está preparada para um relacionamento seja uma situação de trabalho. E que ele ainda fale uma porra de eu-sou-médico-você-enfermeira.

Mais uma vez nesse episódio fica claro que Chris é um médico certinho – e não só certinho, meio old school. Se ele já fica meio irritado com as tentativas de inovação do dr. Dawson (me fugiu o nome, desculpa) imagina com essa coisa da Veronica de quebrar regras para fazer o bem. É claro que todo mundo quer ajudar e ser gente boa, mas as regras existem e ficar quebrando-as sistematicamente não é nada saudável, como aponta a psicóloga para Verônica. Se a bebedeira, esconder o estresse do trabalho, nada disso fez Chris chegar ao limite, a intervenção em um caso de um paciente fez e aqui os dois decidem se separar – e de uma maneira até terna e quase adulta.

No mais, Sonia tentando reatar com o namorado policial, sem muiton sucesso (e nada de muita qualidade por aqui. As cenas dela “desafiando’ a colega dele no ping pong e a dos pinguins foram bem ruinzinhas) e continuam aproximando Chloe do dr. Dawson, de maneira lenta, gradual, orgânica. Podem até não jogar com essa carta, mas se jogarem o terreno está bem preparado e corre risco de ser bom! Sobre o Angel, achei lastimável toda a storyline. Eu entendo que queiram dar tempo em cena & história pro cara, mas sei lá, não parece tão envolvente quanto com as enfermeiras.

Mercy
NBC
Primeira temporada
Episódio dezoito
Teleplay por Matt Ward
História por Matt Ward e Jeff Drayer
Dirigido por Wendey Stanzler

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s