katherine heigl sobre saída de grey’s: “sinto muito”

Me desculpem o atraso (tudo atrasado, minha semana está um pouco atravancada), mas passando só para comentar a confirmação da saída da Katherine Heigl de Grey’s. Eu já disse tudo que tinha a dizer aqui nesse post, mas agora a Heigl saiu na capa da EW fazendo a penitente, logo em seguida a ABC confirmou, as pessoas já estão soltando os cachorros nela e tudo mais.

Esperado, mas ainda assim triste. E fico ainda mais triste porque aquele episódio lá para meados de abril que traria a volta de Izzie, mesmo que para uma derradeira sumida, não acontecerá. A Heigl disse que não é “respeitoso” com a audiência trazer Izzie de volta e fazê-la ir embora de novo. “Nós fizemos isso duas vezes nessa temporada. Começa a parecer um pouco manipulativo”. Bom, acho mais desrepeitoso largar Izzie, uma personagem fundamental de Grey’s, solta na história – tudo bem, realmente da última vez que a vimos ela levou um passa fora de Alex e disse a Meredith que ia tentar em outro lugar, então narrativamente não fica solto, mas eu acho que a personagem merecia algo mais memorável. Repito: essa sexta temporada foi somente um desgaste para quem ainda gosta de Izzie, que teve quase nada, e também para quem não gosta, que ficou batendo pézinho quando ela apareceu (foram o quê, três episódios? Nem sei).

De qualquer maneira, acho meio pau no cu nego ficar querendo pegar pra cristo. Emprego é assim, de vez em quando a gente quer um way out, não é necessariamente ingratidão… Não consigo odiar a Heigl, mas cada um tem direito para ter as antipatias que quer. Ela faz um pouco a linha incoveniente, desnecessariamente, às vezes, mas sempre faz comentários pontuados por inteligência, mesmo em casos polêmicos, quando disse que não tinha material para concorrer ao Emmy (verdade pura, mas indelicadeza com os escritores) ou quando falou do sexismo dos filmes do Apatow (eu amo de paixão o Knocked Up e adoro o Apatow & cia, mas é verdade pura também).

Ela mesma reconhece que poderia ser mais contida às vezes e ter contribuido menos para essa imagem de diva ingrata nesse excerto ad matéria da EW (leia aqui). Certamente é um esforço de relações públicas, ela concordou em falar para tentar limpar a barra e tá precisando porque, te dizer, tem gente dizendo que ela adotou a filha para conseguir jogar agá e se sair do contrato… Sem comentários.

(sobre o talento, acho absurdo. Acho a Heigl uma boa atriz, inclusive provavelmente uma das melhores do elenco de Grey’s – não acho ninguém muito ruim, embora não goste muito da Pompeo – e é a única pessoa do elenco a ter um Emmy, então as pessoas poderiam ao menos respeitar né. Mas sei lá, não gosta não gosta. Só não precisa ficar de paunacuzice).

E com isso, amigos, se encerra mais uma novela da vida real de Grey’s… E aqui a Shonda Rhimes na EW falando um pouco do final da temporada. As palavras GAME CHANGER não me animam tanto – fico pensando em uma maneira de fazer a ER e largar os personagens, tornando tudo ainda mais provisório. Tipo, a série ficar maior que os personagens…

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s