90210 – 02×14 – girl fight

Episódio interessante. Gostei especialmente da Annie finalmente fazer algo esperto. Ela percebe que mesmo querendo manter um relacionamento com Jasper para comprar seu silêncio não é simples assim: ela não consegue estar com o garoto, fazer programas normais, ter uma vida afetiva com ele, claro. Diante disso, acho que ela até jogou bem administrando um pouco o cara. Terminou, mas deixou no ar que quem sabe não aconteça algo? Chamou no blefe e, de cara, Jasper realmente não teve coragem de ir à polícia e dedurar a garota. Score!

Jasper não dedura, mas continua insinuando sua presença, mostrando que está à espreita, enfim, pertubando o estado de espírito de Annie. Não dá para ficar tranquila assim e Annie percebe que de um jeito ou de outro a verdade terá que emergir… Ela ensaia contar para os pais, com uma carta, o que aconteceu depois do baile, mas falta coragem. Tipicamente, seria de se imaginar que a desgraça vá puxar o tapete de Annie e essa hesitação em falar a verdade vá lhe causar prejuízo: aposto em Jasper deixando a coisa escapar em algum momento e deixando a ex em maus lençóis.

No mais, feliz também em ver a casa cair para Dixon, ainda que sem maiores consequência. Silver percebe, em um breve encontro, que Dixon sempre soube que a garota de quem estava com ciúmes era apenas irmã de Ted e fica puta com ele. Tentando fazer a coisa certa, ele avisa para Ted que atrapalhou a coisa entre ele e a ex e limpa um pouco a sua barra. Assim, o caminho fica limpo para Ted e Silver acontecerem sem o peso de nada proibido – e com os dois sabendo agora claramente que há interesse mútuo -, mas ainda insistem um pouco nessa bobagem de “player”, com Silver dando vazão a sua insegurança, mas recuando e ficando com Ted ao final. Tudo bem, beleza.

Acho que vão deixar a vida amorosa de Dixon em banho-maria por agora, investindo nesse plot da mãe biológica. Ele meio que tinha deixado de lado e acreditava que ela não viria mais, mesmo depois de seu pedido, mas ela ressurge na cena final do episódio e colocam logo de cara de frente para Debbie. Vem mimimi por aí, aposto!

Do lado da GIRL FIGHT do episódio e tudo, seguem mostrando como Naomi e Liam funcionam só na cama e mal conseguem levar uma conversa adiante. Quando percebe que o garoto se comporta com muita naturalidade e companheirismo com Ivy, ela resolve pedir ajuda da garota. É obviamente, como já disse no episódio passado, uma coisa de gente espaçosa e sem noção. Por mais que Ivy diga que superou Liam, tudo está muito recente e é a maior falta de tato de Naomi achar que isso vai levar a alguma coisa.

Ivy faz a amiga, mas fica tentando fazer Naomi parecer mal – pelo menos é que o que a garota acha. Eu, particularmente, achei que Ivy estava mais tirando uma com a cara dela, o que é bem pouco pela falta de consideração de ficar pedindo conselho amoroso sobre o cara que você era a fim há 15 minutos atrás. As duas acabam se atracando depois de um programa que não dá certo – A TRÊS! Faça-me o favor! – e tudo serve de catalisador para Naomi colocar as cartas na mesa com Liam e ser honesta sobre o estado estranho do relacionamento deles. “Eu sou assim”, ela diz, querendo dar a entender que Liam vai ter que aceitá-la por completo. Não é que estão de aceitação nem nada, vejo, mas é bom que encarem de frente que não está tudo mil maravilhas…

Naomi já parece ter superado, pelo menos, toda a coisa com Jen. Ela reage mal à tentativa de estender a mão de Ryan e deixa claro que passou por aquilo e não quer olhar para trás. A verdade não é a mesma para o proefssor, que ainda parece magoado ao ouvir que era usado para dar “legitimidade” a Jen. Ele sai para encher a cara – logo, imagino, vamos cair de vez nessa temática – e acaba se pegando com uma hipponga que, pasmem, é a mãe da Ivy. Medo!

(no mais, só continua a aproximação entre Ade e Gia. Estão querendo dar tempo para parecer orgânico, vejamos como se saem com isso).

90210
CW
Segunda temporada
Episódio catorze
Escrito por Rebecca Sinclair e Jennie Synder Urman
Dirigido por Fred Gerber

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s