skins – 04×06 – jj

Um episódio terno, mas um pouco deslocado na temporada (de resto, o que pode ser dito do próprio J.J.). De qualquer maneira, um bom interlúdio entre os problemáticos Freddie e Effy (sim, já assisti, assim que conseguir o tempo postarei sobre por aqui).

Acompanhamos a pacífica rotina de J.J. Ele trabalha em um mercadinho com Thomas, tem um crush em uma colega mas não consegue se aproximar, canta com a mãe a caminho de casa, faz testes de conhecimento com a mãe, é ignorado pelo pai, frequenta o psicólogo, essas coisas. Em casa, ele grava áudios se passando por um visitante de outro planeta e toca ukelele, dentre outros. É tudo narrado com graça, as repetições, o tom de fábula, a sempre boa direção de Skins.

Até que um dia, incentivado por Thomas, J.J. consegue se aproximar de Lara e chamá-la para sair – com o que ela concorda. No mesmo dia, tenso, recebe uma visita inesperada: um fugitivo Cook aparece querendo ficar por uns tempos em sua casa. É muita coisa para J.J. segurar: a tensão do amigo escondido em seu quarto, a pressão de sua mãe, que fica o tempo inteiro preocupada com seu comportamento e chega a ir ao psicólogo com ele, e a própria Lara. J.J., claro, não é um ás de como lidar com as mulheres – embora Lara elogie sua gentileza com as clientes – e fica meio intimidado por Lara ter um bebê e um ex algo ameaçador.

J.J. leva a garota para conhecer os pais – e ela prontamente leva o bebê, como querendo mostrar quem é, o que traz consigo e tudo -, o que é algo desastroso (com contribuição de Cook) e também tenta fazê-la relaxar com uma tarde com suas amigas “divertidas”, Naomi e Emily. O que é pura falta de tato, claro, algo típico de J.J. mas ainda assim irritante. Ele estava, como todos os outros, no churrasco em que as coisas explodiram entre as duas e é surreal que não saiba que as coisas estão tensas entre elas. Especialmente considerando, também, que mais cedo ele encontra Emily com outra garota n’um bar – e quase acaba revelando isso diante de Naomi.

No final das contas, o relacionamento entre J.J. e Lara começa, chega a um precoce fim e é retomado no curso de um episódio. É bacana que façam algo legal pro J.J. Ele merece mais do que ficar pendurado n’uma ideia obscura de amor pela Effy (ele gostar da Effy nunca fez sentido for real para mim).

Skins
E4
Quarta temporada
Episódio seis
Escrito por Lucy Kirkwood
Dirigido por Esther May Campbell

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s