skins – 04×05 – freddie

Episódio fraco, na opinião de alguém que não está muito disposta a se sentar para assistir romantização para cima de Effy e Freddie. Effy continua sendo imatura e sem foco e o relacionamento dela com Freddie continua sendo muito baseado em ar – ok, foi algo que aconteceu desde um primeiro momento, empatia etc, mas nunca senti muita evolução no casal. Imaginei que nos deparando com um episódio que foca em um deles, como aqui, pudessemos entender mais, e o que vemos é que Effy continua sendo doentia como sempre foi e Freddie continua sendo alguém que tende a ficar correndo atrás do prejuízo e resolvendo treta de amigos & correlatos série afora.

Freddie e Effy passam todo o tempo vago, e não vago, juntos. A mãe de Effy, sempre mostrada como alguém relapsa, viajou e a casa da família serve de abrigo para o casal. Sexo, drogas, ocasionais festinhas sem noção que brincam com o humor de Effy – ainda que ela mesma as dê -, fracasso no colégio, esse é o esquema em que os dois têm vivido.

Freddie precisa ir bem na escola, como lembra o conselheiro, e tenta ser o cara que sempre é, que puxa o freio, que fala “opa”, que tenta deixar as coisas n’uma boa. Mas claro que Effy não recebe bem isso – e também o episódio todo ela está em uma descida absurda, n’uma noia louca. Conhecemos um pouco mais da família de Freddie, seu avô moderno & compreensivo que fala sobre a doença de sua mãe, e isso é bacana. É bacana rever a irmã de Freddie preocupada com os rumos que o irmão está tomando.

Mas ficar vendo Freddie abnegado correndo atrás de Effy, emocionalmente, o episódio todo é cansativo. Effy é cansativa. E não digo só do ponto de vista óbvio: mas é uma porra de uma história chata & previsível, e ficam investindo em uma romantização tola (vide a cena do reencontro dos dois, perdidos & separados em meio a uma multidão). Eu entendo que os dois se apoiem mutuamente – e até de maneira não saudável – um no outro. Mas achei que escolheram o caminho mais fácil de mostrar isso – com Effy tendo uma crise que sequer dá para entender direito e Freddy sendo o cara que vai segurar qualquer barra.

Mas vai ver sou só eu, né. Não gostava da Effy nem quando ela pegava de super enigmática, irmã do Tony que nunca falava. Essa personagem sempre foi um avatar para mim – só superfície, nada sustentando. Mommy issues todo mundo tem, isso não é raiz. Tentava ler como isso mesmo: alguém que tentava esconder o fato de ser vazia posando de misteriosa, escondia a falta de confiança esbanjando fake confiança, mas a série foi tornando cada vez mais difícil tudo isso. Simplesmente não ligo para Effy e a vontade que dá é de gritar pro Freddie, que sempre foi sem graça mas sólido, fugir dessa cilada, Bino.

Skins
E4
Quarta temporada
Episódio cinco
Escrito por Sean Buckley
Dirigido por Esther May Campbell

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s