lost – 06×08 – recon

Se “Lighthouse” foi um pouco decepcionante pelo plano geral que aquele episódio dava à temporada, pelas redundâncias e tudo mais, esse foi o primeiro episódio da temporada que falhou em me envolver e em que os 42 minutos passaram como umas 2 horas. Não que não tenha tido sua cota de surpresas (desde as triviais, como Sawyer ser policial, até a conversa mole do MIB de que tinha uma mãe louca), e o flash sideway até teve seu ponto, salientando a amizade de Miles e Sawyer, mas achei muito boring. E, no final das contas, alguém fica surpreso porque Sawyer bancando o golpista e fazendo o agente duplo?

O James Ford da realidade alternativa (ou whatever) reconheceu que tinha uma escolha a fazer e não se condicionou a ficar perseguindo o Sawyer – e não se tornou esse homem. Ele ficou tentado a fazer algo e havia o peso da melancolia nele, mas de alguma maneira ele conseguiu dar as costas para isso. Nada especialmente atraente por aqui: sim, ele é parceiro de Miles; sim, ele sai para jantar com a Charlotte (o que é extremamente improvável com os perfis da ilha); sim, ele prende a Kate. Fim, nada muito entretenimento.

Daí que na ilha seguimos o pessoal do Locke, que já está claro para mim que não tem nenhum conflito, por enquanto, que vou gostar de acompanhar. Tem Claire fazendo a louca e atacando a Kate por ter levado o Aaron – para depois abraçá-la e pedir desculpa. Tem o Jin, que claro que só pensa em encontrar a Sun. Tem a Kate, perdida naquilo tudo. O FLocke, manipulando geral, e o Sawyer bancando o espero, que também não é algo que eu sinta muito prazer em assistir. Até porque, nessa altura do campeonato, imagino que todos estão apostando no blefe. Certamente Widmore não vai ficar na inocência acreditando em Sawyer, nem o Flocke também, mas ninguém pode fazer nada por agora – vão todos levar adiante isso até o inevitável confronto. Sawyer planeja em deixá-los entretidos um com ou outro e, seu sonho, se mandar dali.

Achei que o Flocke ia fazer uma tentativa mais eficaz de engajar a Kate, talvez prometer algo para ela também, mas ele só fez conversar, lançar aquele papo de mãe louca e demonstrar que talvez Claire não seja tão boa mãe para Aaron agora que está pertubada. Ou seja, só fez disseminar a intranquilidade.

O episódio foi meio banal, apenas as peças se movendo lentamente no tabuleiro, e pouca coisa para apreciar no nível de PERSONAGENS. Ou sou eu que sou absolutamente desinterassada pelo Sawyer? Não sei, gostei de vários episódios dele ao longo da série, mas esse “Recon” simplesmente falhou em dar peso. Naquela cena em que ele senta e vê um trecho de um filme falando sobre perdas etc, eu senti um pouco o que gostaria de ter sentido mais, alguém que carrega um peso enorme de uma tragédia em sua infância e que se sente ameaçado por isso vez ou outra, mas no restante do flashsideway achei meio fail. A inacessibilidade, a dificuldade de relacionamento etc, tudo me parecia didático.

Mas vamos esperar o episódio do Alpert!

* Tem o Sayid-zumbi também, mas não disse um “a” nesse episódio
* E a Gretchen (/Prison Break)? Curti.
* Será que a namorada do Miles é alguém que conhecemos? Aguardemos.
* Para mim, esse episódio reforça que o Widmore era o cara que “estava chegando” e está do lado Jacob da coisa.

Lost
ABC
Sexta temporada
Episódio oito
Escrito por Elizabeth Sarnoff e Jim Galasso
Dirigido por Jack Bender

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s