the mentalist – 02×12 – bleeding heart

Episódio meeiro. A história da garota encontrada morta durante a inauguração das obras de um empreendimento e as ramificações com os ambientalistas chatos, os capitalistas selvagens e os segredinhos que todos sempre têm foi um pouco boring. Paralelamente, tivemos uma reportagem gravada com a equipe do CBI durante a investigação que não agregou muito à história – só fez parte da reviravolta.

Martha, funcionária da prefeitura, é encontrada morta justamente quando a prefeita vai dar a primeira cavada no terreno onde será construido um empreendimento. O local é centro de disputa, pois os ambientalistas consideram a obra abusiva para a natureza e fazem protestos diversos, alguns bastante agressivos. A grande questão durante o episódio é tentar entender de onde veio o tiro. Martha tinha uma reunião marcada com o conselho da cidade e fica a dúvida: ela iria denunciar alguma irregularidade na obra e por isso o lado CAPITALISTA VORAZ a eliminou ou foi uma demonstração desmedida de força dos ambientalistas?

No final das contas, o programa opta, como o faz muitas vezes, por tentar surpreender. Nem sempre consegue e aqui até o faz, especialmente porque só RANDOMICAMENTE alguém descobriria que o jornalista que está fazendo a reportagem com eles teria algo a ver com o caso – e um algo tão efetivo. Jane, como sempre, faz a linha de mascarar a verdade para preparar uma armadilha pro verdadeiro culpado – e o cara cai direitinho. O motivo do crime? Um pouquinho de sentimento de traição, porque a moça, com quem tinha um caso, não confiou uma informação confidencial para ele, mas na verdade foi mais o velho EGO DE JORNALISTA.

Como vemos, o assistente da prefeita tinha também o rabo preso – ele era o grande ativista que vivia ameaçando geral – e a própria prefeita cedeu o direito para o empreendimento diante de grana, uma velha e boa corrupçãozinha de estado. Do lado pessoal da coisa, Grace percebe que são as mentiras que afastam pessoas e envenenam relacionamentos (oh!) e resolve assumir seu romance com Rigsby. No final das contas, só Lisbon não sabia – e se vê n’uma situação delicada, porque romance no trabs é proibido, mas fica em suspenso o que ela fará . Pelo tom leve, isso será: possivelmente nada de demais.

The Mentalist
CBS
Segunda temporada
Episódio doze
Escrito por Erika Green Swafford
Dirigido por Norberto Barba

Anúncios

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s