heroes – 04×14 – let it bleed

Como fazer um episódio ruim de Heroes? Volte a psicologizar de maneira mais rasa o seu vilão já bastante gasto, recheando com uma cena de pegação toda errada, ressalte o lado justiceiro do seu heroi e ei-lo. First things first: sei que ainda é altamente provável que boa parte dos fãs de Heroes ainda fique se apegando a Sylar, achando “foda” etc e tal. Mas adivinhe? Sylar já está absurdamente ROTO. Por quanto tempo eles acham que vão conseguir fazer esse joguinho de cachorro de cachorro correndo atrás do próprio rabo?

Sylar é malvado demais para conseguir se acalmar e, bem, parar de ser o filho-da-puta que ele é, mas tem CORAÇÃO e sente temor de ser só. C’MON. Nós já fizemos isso? Já, e nem foi muito bom. A tentativa de dar NUANCE a Sylar falhou miseravelmente com 1) toda aquela história do PAI dele sendo das principais coisas e 2) ele matou a Elle, né? No final das contas, o lado vilão sempre fala mais alto e ficaí esse recurso meio default sendo usado indefinidamente. Sylar-teme-ser-só-mas-não-consegue-deixar-de-ser-quem-é.

E eu sei, Heroes, você quer, eu quero, todo mundo quer que a Claire volte a ser a cheerleader. Já falei aqui, por ocasião daquele episódio meio revival, que claramente todos sentem falta do que foi a melhor época do programa. Mas me sinto totalmente desanimada com essa possibilidade de comeback eterno Sylar-Claire. Estou disposta a esperar e ver no que vai dar porque, né, não me sinto ainda disposta a largar a série.

No mais, Peter sempre carregou o peso do mundo nas costas e quis meter as mãos no trabalho duro. Faz parte dele. Aqui, eles levam um passo adiante porque ele não está lidando direito com o luto e está mais justiceiro do que nunca. O que acho chato. Fica parecendo, o que é bem possível, que não sabem o que fazer direito com Peter.

E o coitado do HGR? O único que sempre está focado e até quando estava desiludido tinha ESCRITO NAS ESTRELAS que ia voltar para o único caminho que conhece: caçar gente diferente & perigosa. Aqui ele volta a perseguir essa trilha, quando consegue capturar Edgar e tenta obter uma maneira de chegar a Samuel – vilão mais mala do velho oeste, torci muito para Sylar abrir a cabeça dele e terminar essa história logo. Interessante que Lauren realmente incorpora o tira bom e funciona como um freio para esses instintos menos humanos do Bennet. Interessante também que lá atrás pensei que estavam forjando uma parceria entre ele e Tracy e simplesmente sumiram com ela e botaram do nada essa ex-parceira dele.

Heroes
NBC
Quarta temporada
Episódio catorze
Escrito por Jim Martin
Dirigido por Jeannot Szwarc

Anúncios

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s