better off ted – 02×05 – the great repression

Um episódio centrado em acusações de assédio sexual que não passam de confusões. A ideia é boa e pertinente e mostra como ainda há muito a ser explorado em Better Off Ted (ambiente de trabalho: eterno), ainda que pareça improvável que a série seja renovada para uma terceira temporada. Fora que os atores cada dia mais parecem confortáveis nas peles dos personagens (e ainda temos a volta da Francie, /Alias!). Só não gostei muito do plot secundário de Phil e Lem às voltas com uma máquina descartada, mas tá valendo.

Linda tenta consolar a colega Sheila após a morte do gato desta e acaba dando um “abraço inapropriado”. Depois, é uma massagem esquisita… E quando Ted tenta contornar a situação, também ele, que se orgulha de ser bastante correto e até formal justamnete para evitar confusões no trabalho, acaba deixando a conversa meio dúbia.

Inspirada por um colega alcoolatra, que não pode ser demitido porque tem uma doença, Verônica consegue classificar ASSÉDIO SEXUAL como doença – o que alivia a empresa por tirar a responsabilidade das costas. Os funcionários também gostam, porque assim ficam flertando mais e coisa e tal. Só Ted e Linda que não estão contentes: os dois são obrigados a comparecer a um grupo de ajuda para pessoas que assediaram colegas e o resto do grupo é realmente GUILTY AS CHARGED. Verônica acaba percebendo que a ideia não é tão boa – afinal todos ficam distraídos com tanta TENSÃO SEXUAL sendo liberada.

A solução aparece quando os próprios Ted e Verônica, agindo como “idiotas excitados”, estão prestes a se agarrar quando são interrompidos por Rose. Eles enchem o escritório de crianças e voilà! Tudo resolvido. Como Ted medita, em seu usual off de final de episódio, não há nada de errado em reprimir as emoções no trabalho, não é mesmo? MELHOR ASSIM.

Enquanto isso, Phil e Lem estão às voltas com a substituição de seu robô de limpeza por um funcionário (“Que mundo é esse em que um robô pode ser trocado tão rapidamente por uma pessoa?”), em uma trama que infelizmente foi uma das mais sem graças da série, não pela reversão de papéis, que obviamente é interessante, mas pelas piadas per si que sucederam o conflito. A história parodia Frankenstein, com a máquina que eles tanto lutam para consertar e manter se virando contra eles.

Frases
“As a very stupid man once said: don’t fight it!”. Verônica.
“He also have a disease? Poor drunk!”. Verônica.

Better Off Ted
ABC
Segunda temporada
Episódio cinco
Escrito por Becky Mann e Audra
Dirigido por Reginald Hudun

Anúncios

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s