brothers & sisters – 04×11 – a bone to pick

Mais um episódio fraco de Brothers & Sisters, embora algumas vezes tenha parecido que ia decolar. Primeiro que é meio centrado em dois personagens que são/estão dos mais chatos da série: Kitty e sua luta boring e previsível contra o câncer e Ryan com seus daddy issues chatos – e sazonais.

Não que a gente não soubesse que Kitty ia sobreviver, mas fica até patético darem aquele suspensezinho.  E de todos os irmãos só Ryan ser compatível não é exatamente uma surpresa, né? Pelo menos o episódio serve para colocar um fim, ainda que um fim que considero muito meia boca, nessa trama meia-tigela do último Walker.

Logo de cara Holly o confronta e diz que as imagens de segurança mostram que ele estava na empresa na hora da sabotagem do vinho. Depois fica claro que ele tinha algum envolvimento, quando ele começa a fazer a loka para fugir. Para azar dele, porém, sua tentativa de fuga é interrompida pelo apelo de Nora para que faça o teste de compatibilidade de medula com Kitty.

É claro que LÁ NO FUNDO Ryan é só um garoto confuso, com muita raiva dentro de si, mas essencialmente bom, e depois de despistar acaba aparecendo para fazer o teste, mesmo que isso o coloque nas mãos da polícia depois – o que para minha tristeza não acontece. Super entendo que todos ficam gratos a Ryan – a ponto de aplaudi-lo no final -, mas a sabotagem e até mesmo A CONSPIRAÇÃO vai ficar por isso mesmo? Fiquei esperando Holly surgir com sangue nos olhos e nada. Futuros episódios, quem sabe? Esse personagem nem mesmo tem uma PERSONALIDADE então fazerem as pazes com ele e integrarem ao resto da família muito provavelmente também não trará nada de bom. Melhor que encontrem um motivo para jogá-lo longe.

E meio que super já cansei de Robert, o virtuoso. Precisava ficar so damn touchy quando Kevin o questionava sobre quem era a pessoa que ele via duas vezes por semana sei lá onde? Oh, não, sou super virtuoso e íntegro e não admito ser questionado. Etc. E com essa desistência da campanha super vão colocar o cara no standard lá, na rotina, nenhuma trama muito nova (embora essa coisa de CAMPANHA também já tenha sido explorada). Na verdade, a série parece meio zerada agora, pode seguir para qualquer caminho, porque todas as pontas que estavam abertas foram pelo menos levemente fechadas.

E até fizeram a tentativa de humor mix a fofoca louca entre os irmãos com essa coisa das cartas de Kitty para um antigo rolo (que era um político famoso), mas foi bom só pelo reconhecimento do que já foi e estavam tentando recuperar, porque não foi exatamente engraçado. E, de boa, você tá com câncer, prestes a ser operada e podendo morrer, chama sua irmã e diz que tem UM PEDIDO a fazer. Eu aqui imaginando uma hora da verdade aka “Cuide do meu filho se eu morrer” e coisas afins e eis que era pedido para recuperar ANTIGAS CARTAS DE AMOR que o Robert não pode ver. Ohhhh!

Me faça uma garapa, Brothers & Sisters! Aguardo pela segunda metade da temporada com mais QUALIDADE ok? Estou plenamente disposta a deixar passar e esquecer esses primeiros 11 episódios!

Anúncios

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s