the good wife – 01×10 – lifeguard

interessante que na semana em que a série é lembrada por várias premiações o episódio é o mais confuso de sua curta existência. lifeguard estaciona a trama maior e avança em vários pequenos fronts com diferentes níveis de sucesso. não chega a ser ruim, mas é um episódio sem muito impacto.

é um pouco refrescante ver um juiz que não vai com a cara da alicia – embora ela vez ou outra escute uma piadinha com o nome do marido, acaba sempre conquistando pela competência. too bad que depois vamos ver que o juiz na verdade está comprometido e tem uma agenda. não entendi direito o propósito dessa trama: foi o caso jurídico da semana, com a equipe tentando provar que havia um elemento de raça nas decisões, mas envolveu mais do que isso. o juiz era amigo de will e serve para que ele seja confrontado com a verdade sobre seus sentimentos com alicia, que ainda agora não são trazidos para a mesa.

a outra sócia da firma, diane, recebe a proposta de se tornar juíza, mas percebe que é mais um jogo de interesses do que uma busca pela justiça, diante do pedido da sra.ellis grey (/greys anatomy) para que retire a acusação contra o outro juiz. é um pouco ingênuo que ela imagine de outra forma e ao ver a forma veemente com que ela recebeu os desejos justiceiros de alicia eu imaginei que haveria algum motivo “eleitoreiro” por trás, mas ela é apenas alguém empolgada com o certo e que vê que um juiz ruim compromete todo o sistema…

a série também tenta insinuar mais um possível romance entre cary e kalinda e investe mais em grace. em geral, eles separam os dois filhos nessas abordagens e zach sequer aparece aqui. grace finalmente arruma uma amiga na nova escola, só o que as une parece meio estranho: as duas têm pais na cadeia. jackie fica assustada com isso, mas alicia não se importa tanto, aliviada por a filha ter uma amiga. a nova amiga é de uma família mais desestruturada, mais humilde, anda pela cidade por conta própria e claramente assusta jackie, mas quando a menina para de ir para lá e grace acusa a avó por tê-la assustado, jackie procura a família da garota – só para descobrir que do mesmo jeito que ela tem reticências com o pai criminoso comum da amiga da neta, eles também não gostam de peter, que foi o juiz responsável por mandar o cara para a cadeia. é extremamente arrogante de jackie imaginar que seu filho seria um tipo “melhor” de criminoso do que o traficante de drogas, mas ela até se sai graciosamente da situação, dizendo que tudo que peter fez foi por acreditar ser o certo…

no todo, um dos episódios que menos foca alicia (e eu estava especialmente interessada em saber se haveria evolução na situação do casal florrick), mas interessante. espero que a série receba algum dos prêmios a que concorre, seria um bom incentivo!

the good wife
cbs
primeira temporada
episódio dez
escrito por tom smuts
dirigido por paris barclay

Anúncios

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s