SEMANA NA TV (18 a 24 de outubro)

* mad men (the color blue) que episódio absurdo de mad men. tenso e explosivo em seu final, depois de uma encadeamento mais LENTO (surpresa!). possível venda da sterling cooper (maneira mais fácil de trazer joan e sal de volta?), dan e seu caso que segue com CILADA tatuado, participação especial do ex-lj, de prison break, betty continuando sem ter coragem de IR ADIANTE com henry, paul descobrindo que peggy É SIM talentosa e, principalmente, betty descobrindo o que don guarda em sua gaveta trancada. o triste e irônico da história é que ela, sem o menor contexto, nem tem como saber o que REALMENTE descobriu e fica abalada e magoada é com a certidão de divórcio, que nós sabemos ser algo ÍNFIMO no passado de don… a january jones se destaca no episódio, mostrando a raiva, a frustração e uma auto-consciência maior da betty… os escritores, num ato maligno de sadismo, nos ROUBAM o confronto e constroem um anticlimax daqueles, com uma betty pronta pra briga esfriando e esfriando enquanto don não volta… será que ela vai perder a coragem? vai tentar descobrir mais? vai partir pro ataque? é hoje!

recap de 60 segundos feito pelo tv guide

* brothers & sisters (from france with love) pelo menos trouxeram a sarah de volta, mas não me agradou tanto o romance em tom de pastiche que fizeram entre ela e o francês. é claro que sarah precisava de alguém e blás, porque o plot de CORRER ATRÁS tava falido, mas sinceramente preferia o broder empresário. em outras notícias, rebecca estava um saco nesse episódio e sempre disse que essa doença da kitty era O ERRO. temporada segue morna.

* dexter (dex takes a holiday) de onde tá vindo essa conversinha de que esse episódio foi espetacular? porque um gancho e um momento de TENSÃO (o “encontro” entre lundy e trinity) não salvam 45 min de histórias meio REPETIDAS e mal contadas. fora essa coisa de mandar a família toda para fora para que dexter possa ficar mais SOLTINHO (e depois voltar a chegar à eterna conclusão de que SE IMPORTA com a família etc). debra-lundy-anton OLD NEWS. laguerta e batista não vão pra lugar nenhum e foi a parte mais chata do episódio. e aquela reporter improvável levando um pé do chatinho do quinn? todos tão meio chatinhos. e a nêmesis do dexter no episódio foi até ok. mas ele se permitir ESPERAR por ela ir até ele foi meio q. sei lá. não gostei.

* gossip girl (enough about eve, sexto episódio da terceira temporada). enough MESMO! blair não pode crescer, os roteiristas não podem parar de botar todo mundo, até personagens NOVATOS na frente da vanessa (e quando que dar uma merda de discurso ficou TÃO importante para ela?)? a verdade é que jogam a menina para todos os lados, sem preocupação com MANTER no personagem, para cumprir a função qualquer que precise ser cumprida… vergonha também de serena e nate, que enredozinho FRACO e LAME para o comeback de SERENATE. esse GRANDE SUSPENSE/DISPUTA pelo discurso realmente não segura nada… e anna espinosa como a mãe de vanessa, embora com opiniões até respeitáveis, apresentado-as da maneira mais DE REPENTE e RUDE possíveis… e o grande beijo de chuck em um cara? pfff. episódio FAIL para todo mundo, todos saem por baixo e perdem algo…

* heroes (tabula rasa) provavelmente um dos PIORES episódios ad história de heroes. isso quando eu tava começando a pensar que tava PEGANDO PESADO com a série e que essa temporada, mesmo meia boca, estava bem melhor que a terceira (BOMBA ETERNA, mas salvo engano começou melhor). sylar no acampamento carnivale com a personaliadade de nathan foi horrível, com o ex-t baggy usando a mulher-tatuagem para incentivar uma disputa TOSCA entre os caras… blé. o outros plots não foram muito melhores: hiro tentando incentivar a moça surda a aceitar seu poder (tipo, será tão dificil entender que tem gente que NÃO CURTE ESSA JOÇA?) foi o ápice da malice, canastrice (a hora que o hiro reflete que talvez tenha voltado para salvá-la é tão MAL FEITA, sem ânimo, sem credibilidade, sem nada, que morri). o terceiro plot foi meio chato mas pelo menos serviu pra algo: peter e noah indo atrás de um garoto que poderia salvar hiro e blas. serviu pro hgr recuperar um pouco a auto-estima e perceber que serve pra algo etc. episódio FALIDO.

* the good wife (crash) continuo achando a relação entre alicia e peter o elo fraco da série. e aqui eles dão uma caminhadinha na insinuação de um interesse por parte do wil… na parte FAMÍLIA do episódio, achei digno a vó levar as crianças para ver o pai. passou por cima da mãe, sim, mas alicia ta meio overwhelmed, as crianças (pelo menos o menino) demonstravam interesse em ir e, poxa, era aniversário do peter. o caso da semana foi interessante, mas ver as histórias sempre refletindo didaticamente a vida pessoal da alicia é meio sacal. episódio morno.

*mercy (you lost me with the cinder block) só digo isso: vontade de dar um murro em veronica, protagonista mais chata desde carrie e com o plus de ser SUPER OBVIA E MAL FEITA, e no brodinho também – teve as manhas de ir lá perguntar se ela ia engravidar mesmo. wtf.

* modern family (coal digger). não foi tão bom quanto semana passada, mas teve vários bons momentos e interações inéditas mais exploradas, especialmente gloria e claire, e surpresas como cameron gostar de futebol (e eles ainda brincam com o SURPRESA).

frases
“se fãs de futebol podem aprender, quão difícil pode ser?”
“como exatamente ela é ‘sua garota’?”
“ela é minha filha. você é minha esposa. vamos lembrar o que realmente importa. tem um jogo de futebol começando”.
“you’re really close to ruining gay for me”

* community (football, feminism and you) provavelmente o episódio mais fraco da série até então. mesmo com britta fazendo piada de si e a série fazendo piada dela, ela continua sendo MEGA CHATA. a melhor parte foi de pierce com o reitor criando o novo mascote, mas nem isso chega a ser assim SENSACIONAL…

* flashforward (gimme some truth). a série continua sem pagar o falatório, mas não está tão ruim quanto fazem parecer. foi interessante apliarem para mostrar uma repercussão nacional, politicagem, mas parece sim uma pisada no freio. também mostraram que a moça lá do fbi é realmenet lésbica, como estava escrito nas estrelas, e tivemos de brinde o ATAQUE CHINÊS no final. de uma cafonice IMPAR, ao som de uma versão de LIKE A ROLLING STONE. fora a TRAMA FOFOCA, com a olivia recebendo sms avisando sobre a mentira de mark – logo depois dela desconfiar e conversar com o aaron. semana que vem vai ser bom.

* grey’s anatomy (i saw what i saw). nem tão REVOLUCIONÁRIO como muita gente tem pregado e nem tão uó porque sei lá que série médica já fez. QUE SE FODAM AS SÉRIES MÉDICAS. a verdade é que esse foi o priemiro episódio bom sem ressalvas de grey’s nessa temporada, ainda que tenha sido um grey’s tão atípico. tenso, mantendo a atenção do telespectador, explorando as personalidades de cada um daqueles médicos de uma maneira precisa e bem feita. e acho absurdo criticarem os atores que fazem os “laranjinhas”. pelo menos a sarah drew (CORTADA rs) e a nora zehetner arrasam oks. espero que a nora CHEGUE CHEGANDO.

* the office (the lover) bom episódio, daqueles que dá raiva e pena de michael. claro que ele tem todo o direito de amar e quando ele pergunta “o que há de errado” com ele para ser PERSEGUIDO assim você pensa, true, ele tem suas qualidades… mas logo depois ela lança o DESCONEXO, pedindo que pam respeite o ambiente de trabalho e logo em seguida lembrando que vai ser PADRASTO dela. rs. divertido e pugente também. a trama dwight-jim também foi boa, com detalhes maravilhosos como creed chorando durante a ópera ou quando dwight vai recuperar o marreco de kelly e ryan. aprovado.

* 30 rock (into the cravasse) continuou sem muita inspiração, mas teve pelo menos um momento impagável: a versão pornô da vida de liz lemon. o ex-gob apareceu totalmenet sem forma, aqui, e foi certamente a parte mais fraca do episódio. é isso.

(fringe e mentalist estiveram em HIATU essa semana, infelizmente AINDA não vi o P&R da semana)

top 3 da semana:
1) mad men, the color blue
2) grey’s anatomy – i saw what i saw
3) 90210 – unmasked (rs! alerta vermelho! a temporada em GERAL tá bem lame, veja vc)

Anúncios

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s