dexter – 04×02 – remains to be seen

dexter02

os múltiplos papéis, responsabilidades e o cansaço continuam cobrando um preço alto de dexter, aqui às voltas com a própria TRAIÇÃO da sua mente, que sabota suas lembranças sobre O QUE fez com o corpo de benny gomez – ao contrário da deixa do GANCHO e do que o próprio dexter achava, o corpo não estava no bagageiro do carro no momento do acidente. a “boa notícia” é que ao fim do longo dia – administrando FAMÍLIA, trabalho especialmente PUXADO, tensão com lundy e com quinn-cu-piscando – dexter está convencido de que SIM, ele pode administrar todas suas FACETAS com sucesso. “até que não possa”, diz harry em sua mente…

se dexter vai aguentar ou não a pressão, só esperando para ver, mas com persistência e um pouco de sorte ele superou esse DESAFIO absurdo de ficar mais de um dia acordado, passar por um acidente de trânsito, exercer COM SUCESSO seu trabalho e ainda conseguir recuperar o corpo que, soltinho alhures, poderia representar o FIM DA LINHA para ele. consciente de que precisava colocar as mãos nos restos mortais de benny gomez, dexter escapa dos cuidados médicos e minimiza seu acidente para rita de modo a conseguir tempo para ir atrás da PROVA. infelizmente para ele, o corpo não estava na mala do carro e nem no local do acidente. percebendo que deveria ter feito ALGO com ele que não estava se lembrando, dexter começa a investigar a sua PRÓPRIA cena do crime, buscando sinais e algo que lhe acendesse a luzinha da memória.

eventualmente, sim, ele acaba por localizar o corpo – e é um alívio perceber que mesmo quando estava tão cansado para pensar conseguiu fazer algo que o CÓDIGO do pai ditava, esconder o corpo para pegar novamente quando tivesse MAIS TEMPO para se livrar dele.

nos demais acontecimentos do episódio, continua o romance xoxo de angel e laguerta, quinn rouba um dinheiro do cofre da vítima e é avistado por dexter, ficando todo pianinho e pedindo desculpa pela EXPLOSÃO no episódio anterior, deb se faz de idiota para lundy e temos uma primeira oportunidade de observar mais de perto o assassino trinity, interpretado pelo john lithgow. ainda não acho que esse assassino PEGOU de vez, pelo menos não para mim, mas vamos adiante. lundy e deb até que se deram bem como dupla investigativa MAIS UMA VEZ, mas resta saber se depois da conversa em que ela percebeu que não passava nem perto de ser o motivo da volta do cara ainda vai ter CLIMA pra esta parceria. de qualquer sorte, parece que lundy vai preferir se alinhar com dexter, a quem convida com todas as letras no final do episódio para TROCAR IDÉIA sobre o caso.

ALEATORIEDADES

* deb não precisava deixar mais claro que ainda sente algo pelo lundy. ok, talvez seja só RESIDUAL por conta da situação, mas aquela AVIDEZ na volta do anton também não me parece natural.
* morri novamente nessas girl talk de laguerta e deb. não desce.
* tinham que botar uma jornalista, né. e nesse episódio dois as lições são: a moça dorme com quinn em partes para SOLIDIFICAR a relação que lhe é necessária e 2, não existe off the record
* morri na chatice de rita indo no escritório e querendo falar com maria, ainda que eu ENTENDA que ela estava preocupada.
* astor continua na linha PRE-ADOLESCENTE mala
* a cenazinha de tensão quando laguerta chama quinn no escritório foi uó porque JAMAIS convenceu. tava NA TESTA DELA que ia falar da jornalista.

dexter
showtime
quarta temporada
episódio 2 – remains to be seen
escrito por charles h. eglee
dirigido por brian kirk

promo do terceiro episódio, blinded by the lights:

Anúncios

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s