fringe – 02×03 – fracture

fringe03

mais um bom episódio dessa segunda temporada de fringe. durante boa parte da trama, ele está fantasiado de um episódio corriqueiro, com mais uma investigação de um caso bizarro, mas no final consegue nos mostrar que aquele caso não era tão aleatório assim e volta a dar um passinho, ainda que lento, na trama da recuperação da olivia. bem feito, prazeroso de assistir e com as estripulias em ordem, fringe poderia ser sempre assim.

continuamos vendo um peter mais assertivo, tomando a frente e decidindo os rumos da divisão fringe. ele resolve levar a investigação para filadélfia, onde astrid achou um caso CURIOSO aka BIZARRO de uma explosa em que não havia sinais de explosivos. durham fica em segundo plano durante boa parte do caso, com o início das dores de cabeça (que providencialmente fazem com que ela ache um SORO sinistro na casa de uma vítima/suspeito) e ainda indo visitar o cara indicado por nina sharp, buscando algum conforto.

as descobertas de walter dão a entender que a bomba era uma pessoa, um policial, que estava se injetando com um soro que o tornava um dispositivo prestes a EXPLODIR. como walter acaba descobrindo, o que provocava essa explosão eram ONDAS DE RÁDIO. no arquivo do policial descobrem que ele serviu no iraque e participou de uma operação sigilosa das forças armaadas. para tentar arrumar informações sobre isso mais rapidamente, peter e olivia vão ao iraque, peter disposto a se utilizar de seus antigos contatos.

é uma jogada interessante e nos dá uma brecha do passado de peter, como alguém individualista e mais preocupado com a própria pele do que com “vidas inocentes”, como insinua o contato. ainda assim, não chegamos a ver muito disso e de qualquer sorte meio que já sabíamos, né? vejamos se vai aparecer mais do passado misterioso do peter nos episódios vindouros…

anyways, peter e olivia conseguem conversar com o antigo médico responsável pela operação, que explica que o soro deveria impedir a morte dos soldados expostos a uma substância química letal, mas teve o efeito colateral de torná-los BOMBAS VIVAS. de qualquer sorte, somente 4 sobreviveram (sendo que um é o policial que já morreu) e a galera corre pros states pra catar os outros. eles também conseguem o nome do coronel que lutou para que o programa não fosse fechado, raymond gordon.

de fato, gordon já tinha esquematizado para que uma capitã fosse para washington, onde iria utilizá-la como arma. o fbi chega lá antes, mas decide assumir o risco de permitir que a operação EXPLOSÃO comece para tentar localizar gordon e prendê-lo. só que eles não conseguem achar o cara e nem interferir no equipamente que estava sendo utilizado para liberar as ondas de rádio. ou seja: fodeu. apenas uma questão de sorte faz com que peter veja o coronel e pule encima dele, quando a capitã já estava começando a ficar RÍGIDA (next: EXPLODIR) e olivia consegue quebrar o dispositivo que estava acionando tudo.

o caso parecia banal e solucionado, a esta altura, mas o depoimento de gordon a brayles é intrigante. ele assegura que não é louco e que estava querendo mandar UM AVISO para “eles”, que eles queriam “nos exterminar”. ele diz que não sabe quem são eles, mas que são inimigos e estão pesquisando tudo que podem sobre a HUMANIDADE com o objetivo de usar contra ela… brayles pergunta o que tinha na maleta (o policial que explodiu foi instruído a interceptar essa maleta) e gordon diz que sabe apenas que é INFORMAÇÃO. e então vemos O OBSERVADOR abrindo a maleta… para quem ele trabalha? QUEM SÃO ELES? o que vem a seguir?

no outro gancho, vemos olivia pressionando sam weiss para lhe dar respostas. ela começou a sentir dores de cabeça, segundo ele porque sua memória está voltando, com o cérebro saindo de uma AFASIA NOMINAL (q), e não está gostando do ritmo LENTO (“cut the yoda crap” rs) que ele propõe. quando ela está irritada apontando uma arma ele mostra para a agente que sua bengala ficou… em pé sozinha, mesmo sem ela estar lá, e sai. WHAT THE HELL.

ALEATORIEDADES

* e olivia de MUÇULMANA? curtiram?
* achei que tivemos mais ASTRID essa semana. em compensação, nada da agente jessup. ou charlie.
* a storyline da mudança de walter e peter meio boring,né.. mas we get it, walter abriu mão, saiu um pouco de seus hábitos arraigados etc.

fringe
fox
segunda temporada
episódio 3 – fracture
escrito por david wilcox
dirigido por bryan spicer

PROMO do quarto, momentum deferred (MEMORIAS, william bell, ENOIS)

Anúncios

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s