the underdogs

Gente, tudo começa assim: um seriado, dois personagens de destaque e uma competição entre os dois que é inteiramente dominada por um dos lados. E eu, no meio, sempre acabo me sentindo meio GZUZCRISTO e começo a me afeiçoar aos personagens que o pessoal costuma deixar em segundo plano (sim, esse é um fenômeno de FORUNS, DEBATES, que só faz sentido na tela quando vemos que a repercussão ta influenciando nos enredos, o que não é de todo incomum). Começa de mansinho e daqui a pouco percebo que pronto, já estou vestindo a camisa. É mais forte do que eu. É kind of lame, eu sei, mas… Vamos aos casos.

1. 1. LORELAI e RORY (GILMORE GIRLS)

Gilmore Girls é a série da minha vida, ponto um. A série é centrada em Lorelai, a mãe, e Rory, a filha. Estatisticamente, eu diria que o nível de preferência aqui seria uns 85/15, com Lor na frente, claro. Em GG, os fãs (quero deixar claro que falo de um fã padrão, que eu vejo, não TODAS AS PESSOAS QUE GOSTAM etc) sempre foram lorelaimaníacos mas tratando a Rory com uma condescendência e uma tolerância ok – tipo, “todos” gostam da Rory também. A situação só mudava quando elas brigavam e na GRANDE BRIGA DE GG, quando Rory largou Yale, atingiu níveis inéditos. De repente, parecia que em todo fórum que eu estava todo mundo odiava a Rory. Era um absurdo total & absoluto. Já expus aqui minhas razões para achar essa perseguição uma doidice comandada apenas pelo fanatismo cego por Lorelai. Lorelai e Luke sempre foram blindados nessa série, por sinal… Reconheço aqui que é INDESCRITIVELMENTE mais fácil gostar da Lorelai do que da Rory: ponto 1 sempre sendo o CARISMA AVASSALADOR, como veremos também no segundo caso. Eu, particularmente, sempre gostei da Rory – e sempre pareci mais com ela também. Eu não sou um poço de carisma e desenvoltura, afinal de contas. Mas de cara sempre gostei mais da Lorelai, como, de resto, praticamente todos os fãs… Com o tempo, vendo que certas vezes certas injustiças de julgamento eram cometidas por conta desse AMORLOUCO, comecei a me posicionar várias vezes pró-Rory e hoje em dia fico meio confusa em escolher UMA PREFERIDA. Serião, nunca vi um personagem que todos amam tanto e defendem com toda passionalidade quanto a Lorelai. NADA é admitido contra ela. A Rory é total underdog, não é ODIADA em geral, como já disse, mas quando foi pro pau, apanhou feio. E sempre que foi pro pau eu estava no team Rory. Embora ame a Lorelai. Asi es o fenômeno que estou descrevendo aqui.

2. 2. BLAIR E SERENA (GOSSIP GIRL)

Outro clássico moderno rs. Acho que a divisão aqui seria ainda mais dramática: 90% dos fãs de GG parecem preferir Blair a Serena. Outro fator que contribui para tornar tudo, de resto, mais abissal nesse programa é que os fãs da Blair são muito traumatizados e noiados. Como bem sabemos, Gossip Girl é protagonizado pelas amigas (quase sempre) Blair e Serena. Assim é nos livros também. Acontece que nesse pequeno universo narrativo da society novaiorquina, Serena é a protagonista. Não em Gossip Girl, a série, mas no mundo em que eles vivem, mas acaba rolando uma contaminação – a Serena é a protagonista do gossipgirl, das fofocas, do grupo. Os fãs de Blair simplesmente não conseguem conviver com isso. Cansei de ver reclamação porque Serena aparece NO MEIO de um pôster. Em primeiro plano no box do DVD. Ou ver um vídeo no yuoutube sobre o estilo de Serena ao longo da série ser totalmente dominado por comentários como “por que não Blair?”. Eles adoram argumentar que a Blair “roubou a cena” (no caso, a Leighton Meester). Eles adoram que o casal mais adorado da série é Blair+Chuck e que Serena não consiga assentar com nenhum. É até um pouco doentio, eu acho. Eles só querem Blair, Blair, Blair. OK, eu entendo. Como no caso 1, é muito mais fácil gostar de Blair do que de Serena. Blair é sim um poço de carisma. Sim, Serena p´recisava de mais punch. Só que desde o princípio essas tiranias me incomodavam muito. Eu entendo, claro, que ninguém é obrigado a gostar de um personagem, mas falo aqui de um sentimento generalizado de desmerecimento que sempre me deixou irritada. Comecei a sempre tentar ver as coisas de uma maneira serenecêntrica, de maneira a não perder o eixo. Veja, não há problemas em se perder na blairmania. Fiquem todos à vontade, tenho certeza que é bem pago. É tipo um mundo paralelo, em que a cena em que a Serena tá mais uma vez dando uma força pra B, pedindo que ela não viaje e fuja pós-escândalo Chuck Bass, vira um “a Blair é demais”. Mas vamos entender que, enfim, Gossip Girl não é só isso. De vez em quando a gente tem que suspirar e levar adiante. Eu estou fazendo isso desde que os produtores decidiram investir em Chuck como o par romântico de Blair, algo que veio do nada, colou e hoje provoca tanta adoração que me deixa enojada – porque o que eu adoro a Blair eu desgosto do Chuck… (Inclusive, dois sofrimentos: um é não ser shipper de nada numa série. Em GG meu casal preferido é Nate e Blair, mas nem chego a torcer com AQUELA FORÇA. Outra é se ver fora do que é o CASAL DOMINANTE. Não gostar do casal que É PRA SER é um sofrimento infinito. Passei por isso com Veronica Mars, passo por isso com Blair, olha, não é fácil. No caso da Serena nem tem como ser shipper de ninguém. Meu relacioanemtno preferido até mesmo é a amizade entre b&s rs). Assim é a vida. Geral vai continuar assistindo GG pra ver Blair e chamando a Serena de burrinha nos fóruns da vida. ABS.

3. 3. MEREDITH, CHRISTINA, IZZIE (GREY’S ANATOMY)

Acontece uma coisa com Grey’s Anatomy… Eu adoro a série, curto muito, encaro com todos os excessos e cafonices que a Shonda nos joga… Mas nunca gostei muito de nenhum personagem (só do Karev e também da Addison, antes dela passar a ser levemente usada como alívio cômico). Digo, há o quinteto, e dentre eles o Karev era menos, então do quarteto principal eu sofria, e sofro, uma falta de identificação que dói. Meredith e todo aquele drama eterno, daddy issues e tal, UGH, sempre me cansou horrores. E adiciono que detesto, em linhas gerais, os fãs da Mer, que acham que são DONOS ABSOLUTOS da série. Fora que pra mim os shippers mais chatos são os MerDer. A Yang é a que menos gosto. Nem tem porque ela me irritar tanto… Faria o meu tipo. Irônica e tudo. Mas pra mim é um personagem cínico demais, não sei, nunca curti. Muito sem generosidade, e quando age generosamente parece tão PREMEDITADO e didático dentro da trama, é o fim. Comecei a me ressentir (admito) da panelinha que elas faziam bloqueando a Izzie. Esse caso é diferente porque eu comecei a me afeiçoar pelo underdog dentro das telas (o ódio a Izzie é mais recente e se mistura com o ódio à atriz, o que acho compreensível, mas eu gosto Katherine Heigl). Não tenho nenhuma identificação com a Izzie. Ela é tipo meio bobinha, coração grande, guiada pelos sentimentos, nada que eu relate muito. Mas comecei a gostar mais dela, acho que meio por falta de opção também. Depois veio o Denny, na época em que ele não era OVER, e eu gostava muito dos dois. E SEMPRE adorei Karev e Izzie (sendo que Yang nunca me convenceu com ninguém e particularmente detesto o Owen e MerDer sempre foi ok, mas MENOS né). Sempre foi sussa tudo isso, mas ultimamente ta particularmente difícil gostar da Izzie. Um motivo é a própria personagem, que tem o arco mais MALUCO do Seattle Grace. Nada de “crescimento” ou não. Vivem falando essas bobagens nos fóruns da série, mas eu não assisto nada pra ver ninguém “crescer”. E NEM VI. Fora a Meredith, que teve um arco de terapia e amadurecimento que era necessário para a TRAMA ANDAR (quanto mais agüentaríamos dela enrolando o Derek pro conta dos problemas com relacionamento?). Outro motivo é o ressentimento da turma pró-Meredith que ficam xatiados com o destaque dado a outra atriz. Esse pessoal também sempre odiou a Addison. Para eles, o nome Grey’s Anatomy e a Ellen Pompeo narrando devem garantir que tudo seja Meredith-meredith-meredith. E, bom, não é. Os outros personagens têm sua casquinha também, né? Mas um arco grande, de destaque, como o que a Izzie recebeu é encarado como afronta. Nem entro no mérito da história – Izzie e o câncer realmente teve momentos bem ruins e tal, mas a temporada melhorou no final -, mas vamos combinar que a maioria reclama porque “ta parecendo Steven’s Anatomy” ou babaquices do tipo? Ai tome-lhe reclamação contra a Heigl e tal e tal. E eu, na boa, espero sempre que aumentem os “secundários” e até os secundários mesmo. Inclusive, quem diria, nessa quinta temporada, LEXIE GREY foi um alívio diante de tanta coisa MALA que tava rolando na série… Para vocês sentirem o nível.

4

4. SOOKIE (TRUE BLOOD)

Deixe-me dizer que esse caso também é diferente porque não é uma oposição. Há oposição, é verdade, entre Bill e Eric, sendo que Bill deveria ser a escolha natural e a audiência em peso está fazendo a outra escolha. Nesse caso to meio UNDERDOG também. Tipos, adoro o Eric, mas prefiro que ele fique só fazendo figuração no triângulo amoroso. Até porque triângulos são TAO CANSATIVOS e IGUAIS, em geral. Mas deixe-me voltar a Sookie. De uns tempos pra cá, todo mundo odeia a Sookie. Não sei o que está acontecendo. Acho que tem esse fator de ódio aos heróis/destaques (tem sempre alguém pra reclamar que TUDO ACONTECE COM ELA – oi, ela é a protagonista?). Todos se apaixonam por ela? A Rainha sabe quem é ela? Nossa, que saco etc. É relativamente comum essa ojeriza a protagonistas e personagens que, teoricamente, todos deviam gostar. Tipo Jack em Lost, Marissa em The OC, blas – o que fazer? Eles ficam horas na tela apanhando, são mais explorados. Os personagens secundários ganham missões menos didáticas, podem ser o sidekick engraçadinho ou whatever. Geral falando que Sookie é irritante e não tem muito argumento, né? O que posso dizer a alguém que acha a Sookie irritante? Cada um sabe com o que se irrita.

Eu particularmente gosto do personagem. Acho forte, bem construído, com uma outra derrapada mas vários acertos. Gosto da atuação da Anna Paquin, acho a maior injustiça atacarem isso, sim, temos ali uma atriz de primeiro time fazendo um trabalho muito bom. VERDADE QUE por vezes vimos a história Sookie/Bill emperrar e ficar repetitiva, mas isso se chama ROTEIRO FRACO, acho que já foi superado (e tome-lhe TRIANGULO na terceira temporada) e pra mim nunca respingou na Sookie enquanto personagem. Uma garçonete telepata que METE AS CARAS, não tem como não curtir. Apesar disso, a Sookie nem entraria num top 3 de personagens de TB pra mim. Isso que pega nessa insanidade que é a série: MUITO PERSONAGEM LEGAL.

CONCLUSÃO

Enfim. Esse post é muito pessoal e é meio bobagento mesmo. Apenas gostaria de manifestar minha opinião de que, sei lá, vamos ser mais tolerantes com as séries e os personagens. Não vamos nos afogar em fanatismos, ESPECIALMENTE em fóruns rs. Vamos gostar da Lorelai mas respeitar a Rory. Vamos tatuar Blair na bunda mas admitir que a Serena é necessária a Gossip Girl. E coisa e tal.

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s