gossip girl – 02×23 – the wrath of con

ok, upper east side, the bitch is back! sim, pra quem nunca acreditou na regenaração de georgina… bem, ela estava realmente tentando. e está de volta de uma maneira que é puro entretenimento: quer perseguir e prender poppy, algo que blair foi “incapaz de fazer”. nessa rixa pessoal das duas, agora, parece que todos têm a ganhar. sim, porque a união de forças não resultou em conseguir deter a poppy – nem o gabriel, a bem da verdade. e no final do episódio, quem tá esquentando uma cela no xadrez é s. – a foto dela sendo presa vazou um tempo atrás e todos desconfiaram de um motivo tão fake – mas não tão fake assim, né, lily?

o episódio começa citando beatles (“quatro sábios já disseram que eu consigo com uma pequena ajuda dos meus amigos (“i get by with a little help from my friends”) . e é assim que serena tenta lidar com todo o caso “meu namorado é um investidor falso”. ela até faz uma tentativa de contar a lily sobre tudo – mas quando chega, a mãe se derrete para gabriel, diz que ele é encantador, e pior, fala que está muito orgulhosa da filha, que entrou em brown e vai se graduar, e dá uma antiga jóia de família para ela. tocada pelo gesto, s. resolve adiar o papo e seguir adiante com um plano que ainda vai ser bolado.

para isso, ela precisa de força total e liga chamando blair. a amiga ainda está no same spot (todos começam bem de onde pararam no último episódio), no apartamento com nate. ela diz que vai sair pra ajudar a amiga e nate diz que “serena não é mais desculpa para evitar a conversa”. blair diz que a discussão de se ele comprou o apê porque a ama ou não confia nela pode esperar – “a discussão é se você quer realmente morar comigo”, diz nate, que decide ir atrás dela.

serena fica surpresa ao ver nate, mas vai adiante. diz que não vai aguentar ouvir i told you so e b. diz que odiaria ter razão nesse caso e pergunta como ela está. e serena está, acreditem vocês, CONFUSA. não sabe mais o que “era mentira e o que era verdade”. hahaha, ai batiman. talk about falta de opções. ela  comenta que tem um plano – e chuck vai chegando com georgina, que está toda “cadê blair?”, sob pretexto de pedir desculpas pelo que fez a ela.  ele entra no quarto e a deixa na sala. s. liga para gabriel e comenta que acha que pode estar grávida, pede para ele ligar de volta. chuck diz para que eles marquem o encontro em um lugar fechado, para que a polícia possa prendê-lo (“você chamou a polícia, né?”). serena não chamou porque não quer que a mãe saiba.

b & s
b & s

b. não acredita que gabriel vai morder a isca e ligar de volta, mas s. ainda está em umas de “só porque ele fugiu com o dinheiro não significa que nossos sentimentos não eram reais”. isso que é confusão. dan chega para chamar serena pro brunch e pergunta o que está acontecendo. blair faz um resumo rápido e fala pra ele vazar, mas ele fica chocado (“meu pai investiu o dinheiro da minha educação com esse cara”). serena fica toda cheia de desculpas, mas pede que dan não siga seu primeiro instinto, avisar rufus, e promete que vai resolver tudo. quando blair tá falando que precisam de uma “ação de deus”, georgina aparece na porta – causando confusão – e cala a boca de todos quando pergunta “se alguém conhece um gabriel” – que está, sim, ligando de volta.

s. vai encontrar gabriel em um restaurante. ele ainda faz o atencioso, diz que está feliz em vê-la… s. re vela que não tem nada de bebê (“i’m not pregnant. i’tm just naive”). ele fica todo tenso, olhando pros lados, esperando a tocaia, mas serena diz que ele está seguro, que primeiro ela quer dar uma chance dele resolver a situação e devolver o dinheiro amigavelmente. ele diz que não pode fazer isso. “se você estava me usando, porque voltou e finge que se preocupa comigo?”, pergunta a influenciável serena. chuck aparece com um cara e diz que gabriel so sai dali depois que pagar os investidores de volta. “você tem que acreditar agora. eu faria se eu pudesse, mas não tenho o dinheiro. está com poppy”. e explica que poppy era uma vigarista, fazia isso direto, usava novos investidores para pagar antigos… e ele foi só alguém usado.

o cara ainda joga papo...
o cara ainda joga papo...

blair, nate e georgina esperam do lado de fora – e b. não quer aceitar as desculpas, nem a transformação, de g. chuck chega e diz para elas que o verdadeiro ladrão é poppy – mesmo assim, ele fica reticente quando serena deixa gabriel ir embora off the hook. e olha que ele tenta se aproximar de serena, mas ela dá um passa fora sem convicção nele. chuck diz então que eles devem ir atrás de poppy, que quer mais e mais dinheiro. “mas ela conhece todos nós”, comenta b. “nem todos”, diz serena, olhando pra georgina. todos a encaram, mas ela diz que “mentir é pecado” e não quer se envolver. e aí a gossip girl diz que ela está loosing her religion…

mudada?
mudada?

dan, não muito confiante na capacidade da galera de resolver o problema, acaba falando para lily sobre o caso gabriel (“ela acha que pode lidar com isso mas não pode”). lily agradece, mas também pede que ele não chame a polícia e promete tomar conta da situação. dan pede que ela “faça o que tiver de fazer para devolver o dinheiro do meu pai”. lily chama um advogado e quando serena chega em casa revela que já sabe de tudo e que está desapontada pela filha não ter confiado nela. “é minha bagunça, eu vou arrumar”, promete serena. “isso vai além de mau gosto para namorados”, diz lily, comentando que ela pode ser lembrada para sempre como alguém que fez os amigos investirem em uma cilada. “não seja inocente”, ela diz para a filha. o plano de lily é dizer a todos que o investimento nao deu certo e pagar ela mesma o que cada um tinha dado, mas serena acha que poppy não pode escapar ilesa. “let it go”, diz lily, dizendo para serena se afastar porque é um caso de adultos.

quando ela volta para o advogado, ela diz que quer fazer diferente com o investimento de rufus – fazê-lo ser o único a ganhar dinheiro, afinal de contas. tá cavando a cova ein, lily!! tá LOKA nesse episódio.

serena então liga para blair e diz que o plano deve ficar on hold até segunda ordem (“vai levar dias para dorota reorganizar meu closet”, diz blair, vestida meio evangélica kkk). mas quando a própria poppy aparece para visitar serena e lily, dizer que está arrasada e se sentindo idiota… s. pede para ficar a sós com a mãe e diz que poppy vai fazer a mesma coisa em miami (“espero que eles nao sejam tao burros quanto nós”, diz lily, seca). lily tá a hipocrisia em pessoa, mas a hisstória sobe o sangue de serena.

enganando poppy?

enquanto isso, blair leva georgina para sua casa e fica tentando convencê-la a ajudar no plano. “vamos, g., você não sente falta de dios, prada? de parecer fantástica?” “jesus me ama como eu sou” “ele amaria mais se tivesse estilo”. e ai ela começa a falar que sua vida mudou bla bla bla, e é na hoar que blair diz (“isso é uma música de carrie underwoold, não uma escolha de vida”). b. chantageia g. dizendo que só a perdoa se ela ajudar a fazer armadilha para poppy – e ela concorda, no final das contas.

serena chega e diz a blair que poppy deve pagar pelo que fez. blair fica feliz. georgina é toda produzida para seguir com o plano, fingir que é filha de um cara rico da flórida, fazer a interessada pelo projeto, coisa e tal. chuck, que também chega, acha perfeito, mas nate ainda acha melhor chamar a polícia. eles querem gravar a conversa e chantagear poppy, para que ela devolva o dinheiro – o que serena acha que ela será incapaz de fazer, sendo, então, presa.

enquanto isso, ligam para rufus para dizer que seu investimento vai render, mas quem recebe o recado é dan, que fica surpreso. ele liga para serena para perguntar porque isso aconteceu e serena o responde friamente (“não sei, ligue para minha mãe. vocês têm conversado ultimamente”). dan pede desculpas por ter avisado a lily, mas diz que não queria deixar o destino do dinheiro de sua educação “nas mãos de chuck e blair”. “eu disse a você que eu iria tomar conta e é isso que eu estou fazendo”. dan ouve a conversa no fundo, o lugar pra onde eles estão indo, pergunta o que serena vai fazer, mas ela desliga. na mesma hora, dan liga para lily e pergunta do dinheiro (lily diz que botou num trustfund, que vai render por mês), “se está tudo certo, porque serena ainda está em tal lugar tomando conta da situação?”. lily liga para a filha e manda ela parar o que estiver fazendo, o que s não concorda.

b, s, g, n e c saem da mesma limusine. quando vão entrar no hotel, nate intercepta chuck e diz que os dois têm que conversar sobre blair. ele reclama que o amigo disse que ia tirar o time de acmpo e depois fez de tudo para se aproximar, mas que percebeu que ele não mentia para ele, nate, e sim “para si mesmo”. chuck zomba, mas nate diz que se ele quer blair deve ser homem e dizer para ela ou então deve deixa-la ir “porque eu a quero”. fala que ele teve sua chance e estragou (ops, n, isso não é um argumento, afinal VOCÊ TAMBÉM).

poppy e georgina se encontram, sob o olhar atento de todos. poppy acha que está off the hook, gabriel levou a culpa, e está ouvindo despreocupadamente a conversa mole de g. enquanto esperam no bar, blair CHAMA CHUCK NA XINXA. ai, gente. é o fim, viu. o cara pisa, pisa, pisa e você ainda vai lá se expor pra ele – você já foi mais que isso, b! ela deixa claro qeu chuck é sua primeira opção, dizendo que não pode responder a pergunta de nate, de moving together, sem que chuck responda a dela (“você não quer me parar?”). ela diz que toda vez que tenta ir adiante, ele está ali, agindo como… “como o que”?, ele pergunta. blair está toda com lágrimas nos olhos. “talvez você só queira que eu seja tão infeliz quanto você”. “nunca faria isso. quero que você seja feliz”, diz chuck. (no que acho que era pra ser emocionado. não sei porque todods acham  o canaastrão do ed um BOM ATOR). ela pede que ele diga se  existem sentimentos reais ou se é tudo um jogo para ele, porque nesse caso ele deve libertá-la. “é apenas um jogo. eu odeio perder”, diz chuck, depois de um segundo. blair então se levanta e sai. serena, que ouviu o final da conversa, pergunta porque chuck fez aquilo. “porque eu a amo e não posso fazê-la feliz”. pronto, os bluck já podem morrer, chuck admite que ama blair – ainda que não pra própria!

na mesa, g. ta elogiando o projeto de wireless para crianças africanas e coisa e tal. poppy diz que se ela conseguir algum dinheiro ainda naquele dia pode arrumar um jeito de colocá-la no investimento. nate diz ao pessoal que a polícia já chegou (“achei que o chuck ia chamar o fbi”, comenta serena, que sai  para dar as idéias pros policiais).  blair manda um sms para g, falando que ta tudo pronto. g ta o dinheiro que tem na bolsa e poppy levanta para ir embora.

quando serena chega lá fora para explicar a situação, os policiais perguntam se ela é serena van der woodsen e a prendem. nate e blair veem chocados – todos ficam gritando que eles estão levando a garota errada – e quando chegam à delegacia s descobre que sua prisão não tem nada a ver com os investimentos, e sim com a pulseira que ganhou de lily. “isso foi um presente. se você ligar para minha mãe, lily bass…” “lily bass? ela quem fez a denúncia”, diz  o policial. enqaunto isso, poppy sai tranquilamente com o dinheiro.

blair acusa georgina de ter armado tudo. g faz a inocente, diz que poppy não pode ir embora “com o dinheiro das bíblias”. b diz que não a perdoa e que jesus também nao a perdoa. georgina diz que não fez nada de errado – mas, bom, onde tava o fbi ou o que quer que ia prender a poppy? algo SAIU errado.

enquanto tentam tirar serena da cadeia (no final, b tentando explicar tudo pro guarda, chuck e nate fazendo ligações falando nos nomes das suas importantes famílias), nate e blair acabam tendo a covnersa que ele tanto queria. ela diz que ele não precisa mais se preocupar com chuck (então precisava, ne, blair, nate não estava sendo DESCONFIADO). “ele me deu minha resposta. e você merece a sua. não acho que devemos morar juntos”. nate parece aliviado, e confessa que ele também acha que não. “estava usando o apartamento para forças nossas questões”, ele confessa. blair não parece se preocupar e diz que agora é bom ele chamá-la para o baile.

nessa hora, g liga e b diz que ela “não parece ela mesma”. “isso é engraçado, porque me sinto mais eu mesma do que nunca. estou tomando conta do que você não conseguiu” – e vemos que ela está seguindo e tocaiando poppy. “acho que jesus não aprovaria isso”, diz blair. “bem, você pode dizer a jesus que a bitch está de volta” – ok, vai ajudar a galera e a g. sempre foi amiga da s., né, n’um twisted way…

i told you so
i told you so

problemas de adulto

rufus está todo feliz com o investimento, que acha que vai pagar pela educação dos filhos, e também  porque finalmente decidiu propor casamento a lily – caso eric autorize, ha. eles estão indo para o brunch familiar, menos serena, e dan diz que vai passar na casa dela para tentar convencê-la.

eric autoriza o pedido de rufus, mas lembra a ele que a mãe já foi casada quatro vezes, tem um passado, pode ficar louca de vez em quando… pergunta se ele já pensou em como vai pedir a mão de lily e rufus mente dizendo que tem várias idéias.

jenny ajuda rufus com seu pedido simples – que será num jantar, mas com as flores preferidas de lily, a comida que ela gosta “você prova que a conhece e a ama”. os dois estão na cobertura dos van der woodsen-bass montando a mesa. quando lily chega, jenny vai distrai-la para comprar mais tempo pra rufus – e fica  conversando compulsivamente sobre CREPÚSCULO!

rufus está escondido arrumando o jantar quando lily recebe as ligaões de dan e liga para serena. ela vê o namorado, fica surpresa, mas ai pede licença para fazer uma ligação. rufus acaba achando a lista de investidores – e vê ao lado de seu nome algo direrente do “repaid” de todos.

confrontada, lily diz a rufus que o investimento não deu certo e ela repagou todos. rufus diz que se sente humilhado pelo que ela queria fazer – dar dinheiro pelas suas costas. a namorada diz que é uma agonia ouvi-lo falar sobre dan e jenny e saber que pode ajudá-lo mas ele não permite. “não ponha isso em mim! eu criei meus filhos bem, sem a sua ajuda”. a polícia liga para dizer que serena foi presa e ai rufus fica todo preocupado, diz que vai lá com ela imediatamente, coisa e tal. aí lily diz “acho que não vou agora” e confeessa que ela que fez serena ser presa. ‘sei que isso soa terrível mas..” e começa a falar sobre como não podia deixar serena tentar se meter no caso, que o nome dela ficaria sujo e ligado à fraude para sempre… que sujaria o nome da família. rufus condena a atitude: “você soa exatamente como sua mãe”. lily então vê a mesa toda arrumada e pergunta o que era aquilo: “um erro”, responde rufus, que sai e ao chegar em casa diz aos filhos para devolverem o anel.

lily janta sozinha, pensativa, na mesa preparada por rufus. o episódio ta todaa  deixa para o próximo, quando veremos melhor sua relação com a mãe, no flashback que introduz a spinoff, e no presente sua relação tensa com serena – e ainda vamos ter o baile, brasil!! valley girls!

1037

Anúncios

Autor: carol

there ain't no catcher in the rye vamo se jogar!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s